PT | EN | ES

1  Buffon (c)

23  Dani Alves

19  Bonucci

4  Benatia 

12  Alex Sandro

6  Khedira

8  Marchisio

7  Cuadrado (12')

21  Dybala 

17  Mandžukić

9  Higuaín


Suplentes

25  Neto

3  Chiellini

15  Barzagli 
(60' Benatia)

26  Lichtsteiner

28  Rincón 
(78' Dybala)

5  Pjanić

20  Pjaca 
(46' Cuadrado)


Treinador

Massimiliano Allegri

ter, 14 março 2017 • 19:45
Estádio: Juventus, Turim
Assistência: 41.161 espetadores
Juventus
Oitavos de final, 2.ª mão
FC Porto
142'  Dybala  (pen)
0
Árbitro: Ovidiu Hategan (Roménia)
Assistentes: Octavian Sovre e Sebastian Gheorghe; Radu Petrescu e Sebastian Coltescu (adicionais)
4.º Árbitro: Radu Ghinguleac

1  Casillas

2  Maxi Pereira (40')

28  Felipe

5  Marcano (c)

21  Layún (30')

22  Danilo Pereira

20  André André (36')

30  Óliver Torres 

8  Brahimi 

10  André Silva 

29  Soares


Suplentes

12  José Sá

4  Boly 
(46' André Silva)

6  Rúben Neves

16  Herrera

25  Otávio 
(70' Óliver Torres)

19  Diogo Jota 
(67' Brahimi)

9  Depoitre


Treinador

Nuno Espírito Santo

14-03-2017

Derrota em Turim no adeus à Liga dos Campeões

​Dragões perderam por 1-0, frente à Juventus, na segunda mão dos oitavos de final da prova​


​O FC Porto está fora da Liga dos Campeões depois de perder esta terça-feira diante da Juventus (1-0), em Turim, na segunda mão dos oitavos de final da prova. A boa primeira parte portista foi traída por um lance duplamente penalizador já perto do intervalo: cartão vermelho direto para Maxi Pereira e golo de Dybala da marca de grande penalidade (42m).

A Juventus entrou de forma autoritária e teve em Dybala o elemento que mais dificuldades criou aos Dragões nos minutos iniciais do encontro, mas a equipa de Nuno Espírito Santo não se deixou atemorizar pelo ímpeto dos anfitriões e respondeu à altura, puxando da personalidade que se lhe reconhece para jogar olhos nos olhos com o pentacampeão italiano. Aos dez minutos, Soares não chegou por centímetros a um passe de Brahimi para as costas da defensiva italiana e a bola só parou mesmo nas luvas de Buffon. Em jeito de resposta, Cuadrado serviu Mandžukić na área portista mas o cabeceamento do croata saiu à figura de Casillas (23m), que esta noite se juntou ao compatriota Xavi no topo da lista de jogadores com mais jogos nas competições europeias: 173.

Já depois de Mandžukić ter voltado a ficar perto do golo (38m), surgiu o momento que deitou por terra as aspirações portistas em Turim. Na sequência de um canto cobrado por Dani Alves, Alex Sandro cabeceou para defesa de Casillas e a bola foi parar aos pés de Higuaín, que viu Maxi Pereira travar-lhe o remate com as mãos. Grande penalidade a favorecer a Juventus e cartão vermelho direto para Maxi Pereira (40m), deixando os Dragões em inferioridade numérica com 50 minutos por jogar. Chamado a bater o castigo máximo, Dybala levou a melhor sobre o guarda-redes espanhol do FC Porto e reforçou a vantagem da Juventus na eliminatória, apontando o golo que fazia a diferença ao intervalo (42m). Um momento de infelicidade que manchou a exibição personalizada do FC Porto no primeiro tempo.

A segunda parte começou praticamente com Casillas a evitar um autogolo de Danilo Pereira (48m) e, na resposta, o FC Porto também poderia ter marcado. Depois de uma fífia de Benatia, Soares ficou isolado perante Buffon mas rematou ao lado no frente a frente com o mítico guarda-redes italiano, desperdiçando a oportunidade mais flagrante dos Dragões em toda a partida (49m). Em clara vantagem na eliminatória e com mais um homem em campo, a Juventus tirou o pé do acelerador mas não deixou de procurar mais golos, exigindo ao FC Porto a habitual excelência no processo defensivo até ao final do encontro, que não terminou sem Diogo Jota ter uma hipótese soberana de bater Buffon, após um passe a rasgar de Otávio (82m).

Uma palavra, inevitável, para o apoio incansável e incessante dos 2.500 portistas que estiveram no Juventus Stadium, mostrando que a empatia com a equipa está mais viva do que nunca. A Liga dos Campeões é a partir de agora um capítulo encerrado e foco vira-se totalmente para o campeonato que há para conquistar. Aí, já se sabe, o FC Porto está com a força toda para atacar o título nacional.

Voltar ao Topo
Juventus-FC Porto (Liga dos Campeões, oitavos de final, 2.ª mão)
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
14-03-2017

Casillas e Soares de “cabeça erguida”

​​Guarda-redes e avançado sublinharam a dignidade com que o FC Porto se despediu da Liga dos Campeões​​​

Ver mais
14-03-2017

Nuno: “Os jogadores demonstraram grande caráter”

​​Treinador elogiou a atitude da equipa e agradeceu aos adeptos o apoio no jogo frente à Juventus, em Turim (0-1)​​

Ver mais
14-03-2017

Regresso aos treinos já esta quarta-feira

Dragões começam a preparar a receção ao Vitória de Setúbal, da 26.ª jornada da Liga NOS (domingo, 18h00)

Ver mais
14-03-2017

Marcano: “Nunca demos a eliminatória por perdida”

​​Central espanhol destacou a atitude dos jogadores no jogo frente à Juventus, em Turim (0-1)​

Ver mais
14-03-2017

Nova derrota dita adeus à Champions

FC Porto perdeu frente à Juventus, em Turim, na segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões​ (0-1)​

Ver mais
14-03-2017

Derrota em Turim no adeus à Liga dos Campeões

​Dragões perderam por 1-0, frente à Juventus, na segunda mão dos oitavos de final da prova​

Ver mais
Fechar