PT | EN | ES

12  José Sá

21  Ricardo

28  Felipe

5  Marcano

13  Alex Telles

23  Reyes

20  André André 

16  Herrera (c) 

8  Brahimi 

7  Hernâni 

9  Aboubakar 


Suplentes

1  Casillas

2  Maxi Pereira

10  Óliver

17  Corona 
(60' Hernâni)

21  Layún

27  Sérgio Oliveira 
(75' André André)

90  Galeno 
(75' Brahimi)


Treinador

Sérgio Conceição

sáb, 4 novembro 2017 • 20:30
Estádio: Dragão, Porto
Assistência: 38.516
FC Porto
11.ª jornada
Belenenses
242'  Herrera (c)  90'  Aboubakar 
0
Árbitro: Fábio Veríssimo (Leiria)
Assistentes: Nuno Pereira e Pedro Felisberto (VAR: Luís Ferreira)
4.º Árbitro: Rui Costa
TV: Sport TV 1

1  Muriel

18  Geraldes

37  Gonçalo Silva

25  Nuno Tomás

29  Florent

99  Bouba Saré 

23  Hsssan Yebda

10  Diogo Viana 

8  André Sousa (c) (17')

80  Roni

16  Maurides


Suplentes

77  Filipe Mendes

7  Miguel Rosa

9  Tiago Caeiro 
(71' André Sousa)

11  Jesús Hernández

17  Pereirinha 
(31' Bouba Saré)

21  Benny 
(60' Diogo Viana)

93  Cleylton


Treinador

Domingos Paciência

04-11-2017

Uma cruz na dezena

FC Porto derrotou o Belenenses por 2-0 e chegou à décima vitória em 11 jornadas da Liga​​​


​​Com um golo de Herrera e outro do inevitável Aboubakar, o FC Porto recebeu e venceu este sábado o Belenenses por 2-0 e chegou à décima vitória em 11 jornadas da Liga NOS, num jogo que dominou do princípio ao fim. Cumprido que está um terço do campeonato, os azuis e brancos seguem isolados e invictos na frente da classificação​, com 30 golos marcados e apenas quatro sofridos, e ficam confortavelmente à espera do que os mais diretos perseguidores, Sporting e Benfica, façam neste domingo.

Menos de 72 horas depois de ter abandonado o Estádio do Dragão, onde bateu o Leipzig por 3-1, a equipa estava de volta, desta vez sem Danilo, Corona e Marega, que tinham alinhado de início na partida da Liga dos Campeões. O internacional português, que voltou a ser chamado à seleção, a par com José Sá e Ricardo, e que na passada quarta-feira atingiu os 100 jogos com a camisola do FC Porto, cumpriu castigo por ter visto o quinto cartão amarelo, frente ao Boavista (3-0), e foi substituído por Reyes, que assim se estreou a titular nesta edição do campeonato, tal como Hernâni e André André, as outras duas caras novas do onze escalado por Sérgio Conceição.​​

Começou vivo o jogo, com a bola a rondar as duas balizas: primeiro foi Herrera, de cabeça, a falhar por pouco o alvo, depois Hernâni obrigou Muriel a aplicar-se e, do outro lado, Diogo Viana, isolado, também não foi capaz de inaugurar o marcador. Foram oito minutos de parada e resposta, mas que rapidamente deram lugar a um domínio claro do FC Porto. Mesmo perante um Belenenses que concentrava quase toda a equipa nos últimos 30 metros, mas que de vez em quando criava dificuldades à linha defensiva portista, os Dragões foram criando várias situações de finalização, que não eram materializados em golo, por falta de eficácia ou de melhor definição no último passe.

O golo portista parecia iminente e acabou mesmo por surgir já perto do intervalo na sequência de um lance de bola parada como tantas vezes tem acontecido esta temporada: o canto foi cobrado por Alex Telles - que imediatamente antes tinha obrigado o guarda-redes belenense a uma grande defesa - e a bola foi parar a Herrera que atirou o fundo da baliza e estreou-se a marcar na Liga 2017/18.

Na segunda parte, a equipa da Cruz de Cristo surgiu em campo mais atrevida, porque subiu ligeiramente as linhas e encontrou pela frente um FC Porto menos eficaz no passe, na decisão, na reação à perda da bola e, portanto, com menos capacidade para controlar o jogo. Os azuis e brancos começavam a acusar o desgaste provocado pelo exigente jogo da Champions e Sérgio Conceição interveio: lançou Corona e, mais tarde, Galeno e Sérgio Oliveira que, recém-entrado, teve nos pés a sentença da partida, negada no entanto por Muriel.


O guarda-redes brasileiro dos lisboetas já nada pôde fazer quando, já na parte final do encontro, teve pela frente Aboubakar que, depois de sentar André Geraldes, concluiu com toda a classe que lhe é reconhecida um contra-ataque que "matou" o jogo, tal como já tinha acontecido com o Leipzig (90m).

O campeonato entra agora numa pausa para os jogos das seleções e só regressa no dia 25, com a deslocação dos portistas ao estádio do Desportivo das Aves (20h30). Antes, o calendário reserva uma receção ao Portimonense, para a Taça de Portugal (17 de novembro, 20h30), e uma viagem à Turquia, para defrontar o Besiktas, para a Champions (21 de novembro, 17 h00 de Portugal Continental).​​

Voltar ao Topo
FC Porto-Belenenses (Liga NOS, 11.ª jornada)
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
04-11-2017

Regresso ao trabalho na quinta-feira

Sessão marca o arranque dos trabalhos para a receção ao Portimonense relativa à quarta eliminatória da Taça de Portugal

Ver mais
04-11-2017

Sérgio Conceição: “Os jogadores estão de parabéns”

​Treinador não esqueceu a importância dos adeptos na vitória sobre o Belenenses (2-0)

Ver mais
04-11-2017

Reyes e Hernâni destacam a vitória num jogo “muito difícil”

Defesa e avançado estrearam-se como titulares na Liga NOS no jogo frente ao Belenenses​

Ver mais
04-11-2017

Herrera, o MVP: “Vitória importantíssima”

​Médio mexicano marcou e assistiu no triunfo frente ao Belenenses (2-0)

Ver mais
04-11-2017

Uma cruz na dezena

FC Porto derrotou o Belenenses por 2-0 e chegou à décima vitória em 11 jornadas da Liga​​​

Ver mais
04-11-2017

Dragões vencem Belenenses

​Triunfo por 2-0, na 11.ª jornada da Liga NOS, com golos de Herrera e Aboubakar

Ver mais
Fechar