PT | EN | ES

12  José Sá

21  Ricardo

28  Felipe

5  Marcano

13  Alex Telles

22  Danilo

27  Sérgio Oliveira 

16  Herrera (c)

8  Brahimi

11  Marega

9  Aboubakar 


Suplentes

1  Casillas

2  Maxi

23  Reyes

20  André André

25  Otávio (62')
(59' Sérgio Oliveira)

7  Hernâni

29  Soares 
(76' Aboubakar)


Treinador

Sérgio Conceição

sex, 1 dezembro 2017 • 20:30
Estádio: Dragão, Porto
Assistência: 49.809
FC Porto
13.ª jornada
Benfica
0
0
Árbitro: Jorge Sousa
Assistentes: Álvaro Mesquita e Nuno Manso (VAR: Hugo Miguel)
4.º Árbitro: Gonçalo Martins
TV: Sport TV 1

30  Bruno Varela

34  André Almeida

4  Luisão (c) (37')

33  Jardel

3  Grimaldo

5  Fejsa

21  Pizzi 

20  Krovinovic

22  Cervi 

18  Salvio

10  Jonas 


Suplentes

1  Svilar

2  Lisandro

7  Samaris 
(65' Pizzi)

27  Rafa

17  Zivkovic (80') (82')
(76' Cervi)

9  Raúl Jiménez 
(85' Jonas)

14  Seferovic


Treinador

Rui Vitória

01-12-2017

Injustiça clássica num manual de asneiras

​FC Porto foi muito superior ao Benfica, mas não conseguiu contrariar um péssimo trabalho da equipa de arbitragem (0-0)


​O FC Porto deu tudo o que tinha e lutou até à exaustão, mas o clássico com o Benfica terminou a zeros e não fez jus à grande superioridade dos azuis e brancos ao longo dos 90 minutos. A 13.ª jornada da Liga NOS deixou os Dragões em igualdade pontual com o Sporting na liderança da prova, mas as contas seriam diferentes se Jorge Sousa e seus pares tivessem feito o que lhes competia. Se há arbitragens com influência no resultado, esta foi uma delas.

Os primeiros minutos do clássico estiveram longe de ser um grande espetáculo e mostraram duas equipas muito encaixadas uma na outra, mas o FC Porto foi crescendo no jogo com o passar do tempo. Danilo assinou o primeiro aviso com um pontapé de bicicleta (24m) e deu início ao ascendente dos Dragões, que voltariam a ameaçar através de Herrera (31m) e Alex Telles (35m). Antes de tudo isto, já Jardel tinha cometido grande penalidade sobre Marega, que passou em claro (19m).

Sem verdadeiras oportunidades de golo para ambas as partes, o FC Porto voltou a ter razões de queixa da equipa de arbitragem mesmo em cima do intervalo, uma vez que Jorge Sousa e o videoárbitro Hugo Miguel decidiram fazer vista grossa a uma mão de Luisão na área lisboeta (45m). Grande penalidade não assinalada a favor do FC Porto e expulsão perdoada ao capitão encarnado, que minutos antes já havia visto um cartão amarelo. Mais do mesmo, portanto.

O rol de asneiras, quase dignas de um manual, teve continuidade na segunda parte, com um fora de jogo verdadeiramente inacreditável assinalado a Aboubakar. No seguimento de um lance que não deveria ter sido anulado, Herrera bateu Bruno Varela, mas o golo, que devia ter valido, não valeu (57m). Mesmo perante todas estas adversidades, o FC Porto chegou a ser avassalador nos segundos 45 minutos, nos quais o Benfica pouco mais fez do que jogar para o empate.

O intenso fluxo ofensivo do FC Porto não teve efeitos práticos, mas não faltaram oportunidades para materializar um domínio absoluto. Marega (58m, 86m e 90m+3), Herrera (64m) e Felipe (68m) cheiraram o golo, mas o desfecho deste jogo estava destinado a ser uma injustiça clássica: não venceu quem mais fez para o merecer.

Voltar ao Topo
FC Porto-Benfica (Liga NOS, 13.ª jornada)
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
05-12-2017

“Porque é que o Benfica precisa do número de telemóvel dos árbitros?”

​Universo Porto da Bancada revelou mais um conjunto de e-mails dirigidos a responsáveis do clube, com informação privada

Ver mais
01-12-2017

Regresso ao trabalho este sábado

​Arranca a preparação para a receção ao Mónaco, da sexta jornada da Liga dos Campeões (quarta-feira, 19h45)

Ver mais
01-12-2017

Sérgio Conceição: “Contra tudo e contra todos”

Treinador do FC Porto mostrou-se inconformado com o desfecho do clássico da 13.ª jornada​​​

Ver mais
01-12-2017

Injustiça clássica num manual de asneiras

​FC Porto foi muito superior ao Benfica, mas não conseguiu contrariar um péssimo trabalho da equipa de arbitragem (0-0)

Ver mais
01-12-2017

Herrera: “Fomos superiores”

​Capitão lamentou a falta de eficácia nos Dragões e o facto de o árbitro não ter visto um penálti no jogo com o Benfica

Ver mais
01-12-2017

Empate no clássico

​FC Porto e Benfica não sairam do zero no jogo da 13.ª jornada da Liga NOS​​

Ver mais
Fechar