PT | EN | ES

12  José Sá

21  Ricardo

28  Felipe

5  Marcano

13  Alex Telles

22  Danilo Pereira (77')

16  Herrera (c) 

8  Brahimi 

17  Corona 

11  Marega 

9  Aboubakar


Suplentes

1  Casillas

2  Maxi 
(72' Corona)

23  Reyes 
(89' Brahimi)

27  Sérgio Oliveira

20  André André 
(13' Marega)

10  Óliver Torres

7  Hernâni


Treinador

Sérgio Conceição

qua, 1 novembro 2017 • 19:45
Estádio: Dragão, Porto
Assistência: 41.616
FC Porto
4.ª jornada
Leipzig
313'  Herrera (c)  61'  Danilo Pereira  90+3'  Maxi 
148'  Timo Werner 
Árbitro: Ovidiu Hategan (Roménia)
Assistentes: Octavian Sovre e Sebastian Gheorghe; Istvan Kovacs e Sebastian Coltescu (adicionais)
4.º Árbitro: Radu Ghinguleac
TV: Sport TV 1

32  Gulácsi

3  Bernardo

4  Orban (c)

5  Upamecano

23  Halstenberg (42')

8  Naby Keita

44  Kampl

10  Forsberg

7  Sabitzer (85')

17  Bruma 

29  Augustin (64')


Suplentes

28  Mvogo

16  Klostermann 
(46' Halstenberg)

31  Diego Demme

6  Konaté

27  Laimer

11  Timo Werner 
(46' Bruma)

9  Yussuf Poulsen 
(75' Augustin)


Treinador

Ralph Hasenhüttl

01-11-2017

No meio esteve a virtude

​Herrera e Danilo começaram o que Maxi terminou e um grande FC Porto venceu o Leipzig (3-1)​


​O FC Porto venceu esta quarta-feira o Leipzig (3-1), no Estádio do Dragão, na quarta jornada do grupo G da Liga dos Campeões. Herrera (13m) e Danilo (61m) e Maxi (90m+3) apontaram os golos dos Dragões, que ascendem ao segundo lugar do agrupamento, com seis pontos, menos quatro do que o Besiktas e mais dois do que o Leipzig.

Empurrado por um Estádio do Dragão vestido a preceito para mais uma noite europeia, o FC Porto entrou com tudo e adiantou-se no marcador bem cedo, mas o minuto 13 acabou por deixar um sabor agridoce. Segundos depois de André André ter entrado para o lugar de Marega, com queixas numa coxa, Herrera aproveitou um ressalto caprichoso na área alemã e rematou sem hipóteses para Gulácsi, impotente para travar o remate rasteiro e em arco do capitão portista.

O Leipzig procurou responder à entrada forte do FC Porto, mas durante os primeiros 45 minutos teve sempre pela frente um coletivo compacto, assente numa defesa que poucas ou nenhumas veleidades consentiu à equipa alemã. A melhor oportunidade do Leipzig, sublinhe-se, surgiu num livre cobrado por Forsberg, mas José Sá respondeu em grande estilo e negou o empate ao internacional sueco (21m). O golo de Herrera fazia toda a diferença ao intervalo.

A etapa complementar começou praticamente com o empate do Leipzig, assinado por Timo Werner, que não perdoou no frente-a-frente com José Sá (48m). Pouco depois, na área alemã, Ovidiu Hategan entendeu que Orban não cortou com o braço um remate de André André, mas a verdade é que lance deixou muitas dúvidas (56m). O jogo foi-se partindo aos poucos e os espaços começaram a ser cada vez maiores, mas foi na sequência de uma bola parada que o marcador voltou a mexer.

Danilo já tinha ameaçado de cabeça aos 60 minutos, após um canto de Alex Telles, mas à segunda tentativa a dupla funcionou mesmo. O livre cobrado pelo lateral brasileiro encontrou o médio português no coração da área e este cabeceou para o fundo das redes, dando novamente vantagem ao FC Porto no seu jogo 100 de Dragão ao peito (61m). A partir daqui, o Leipzig foi forçando nova igualdade e apelou à habitual coesão defensiva dos Dragões, que sentenciaram a partida já em período de compensação.

Aboubakar fez tudo bem no meio de três adversários e abriu caminho a Maxi para a glória. O lateral uruguaio, lançado durante o encontro por Sérgio Conceição, não tremeu na cara de Gulácsi e estabeleceu o 3-1 final, resultado que assenta bem à grande exibição coletiva dos azuis e brancos (90m+3). A qualidade de jogo e a alma deste FC Porto são verdadeiramente contagiantes.

Voltar ao Topo
FC Porto-Leipzig (Liga dos Campeões, grupo G, 4.ª jornada)
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
20-11-2017

Quaresma: “Serei do FC Porto até morrer”

Extremo garante que vai dar tudo pelo Besiktas, mas não esconde “a admiração e respeito” pelos Dragões 

Ver mais
02-11-2017

De dez a 12 milhões em pouco mais de dois anos

​Marca atingida na receção ao Leipzig, para a Liga dos Campeões

Ver mais
01-11-2017

Marega com suspeita de lesão muscular

​Plantel regressa ao trabalho esta quinta-feira, às 11h00

Ver mais
01-11-2017

Sérgio Conceição: “Os meus jogadores estão de parabéns”

Treinador considerou o FC Porto um vencedor justo e elogiou o espírito de sacrifício da equipa​​

Ver mais
01-11-2017

Danilo: “O mais importante é a equipa”

Médio confessou um gostinho especial em marcar no seu jogo 100 ao serviço do FC Porto, mas destacou o coletivo

Ver mais
01-11-2017

Jogadores destacam justiça da vitória

​Alex Telles, André André e Brahimi satisfeitos com o desfecho da receção ao Leipzig (3-1)

Ver mais
Fechar