PT | EN | ES

1  Casillas

21  Layún 

28  Felipe

5  Marcano (c) (70')

13  Alex Telles

17  Corona 

22  Danilo

30  Óliver Torres (63')

8  Brahimi

10  André Silva 

29  Soares


Suplentes

12  José Sá (45+1')

4  Boly

6  Rúben Neves

9  Depoitre 
(89' André Silva)

16  Herrera

19  Diogo Jota 
(60' Corona)

25  Otávio 
(76' Layún)


Treinador

Nuno Espírito Santo

dom, 19 março 2017 • 18:00
Estádio: Dragão, Porto
Assistência: 49.417
FC Porto
26.ª jornada
Vitória de Setúbal
145+1'  Corona 
156'  João Carvalho 
Árbitro: Manuel Oliveira (Porto)
Assistentes: Pedro Ribeiro e Tiago Costa
4.º Árbitro: Rui Costa
TV: Sport TV

12  Bruno Varela (32')

13  Vasco Fernandes 

3  Frederico Venâncio (c)

4  Fábio Cardoso

21  Nuno Pinto

11  João Costinha

6  Fábio Pacheco (14')

8  Nenê Bonilha 

17  Thiago Santana 

24  João Amaral (83')

30  João Carvalho 


Suplentes

88  Pedro Trigueira

2  Pedro Pinto (90+3')
(74' Vasco Fernandes)

7  Arnold Issoko (90+2')
(82' Thiago Santana)

10  Nuno Santos

19  Meyong

23  Vasco Costa

36  Edinho 
(68' Nenê Bonilha)


Treinador

José Couceiro

19-03-2017

Liderança travada pelo antijogo e pelos postes

Dragões empatam (1-1) na receção ao Vitória de Setúbal e mantêm-se no segundo lugar da Liga NOS


O FC Porto perdeu este domingo a hipótese de passar para a liderança da Liga NOS, isto porque foi incapaz de marcar mais do que um golo ao Vitória de Setúbal, que por sua vez fez o empate (1-1) no único lance de real perigo que criou. Houve duas bolas nos postes dos sadinos, que praticaram um tipo de antijogo do qual já não havia memória e que não merecia passar impune. A série de vitórias consecutivas dos Dragões ficou-se assim pelas nove, mas a boa notícia é que, na próxima jornada há uma deslocação ao estádio do líder Benfica (1 de abril, 20h30) e a equipa azul e branca volta a depender apenas dela própria para chegar ao primeiro lugar.

A primeira parte resume-se numa frase: FC Porto a atacar, Vitória de Setúbal a defender, usando e abusando do antijogo, nomeadamente Bruno Varela. Aliás, algo de estranho se deve passar com um guarda-redes que se lesiona pelo mero impacto com o relvado e que é assistido por três vezes em meia hora. Mas adiante, até porque os Dragões dominaram sempre mas nem entraram muito bem na partida, revelando algum dificuldade em entrar na área contrária.

A primeira grande oportunidade surgiu aos 19 minutos, com uma triangulação entre Corona, André Silva e Brahimi; Vasco Fernandes travou o remate do argelino em cima da linha. Nove minutos depois, Marcano cabeceou ao poste, após um canto, e Felipe viu outra vez uma perna de um jogador setubalense evitar a recarga. Aos 32, um grande lance de Danilo na direita permitiu a André Silva cabecear com a baliza à mercê, mas o remate saiu ao lado. O 1-0 surgiu já nos descontos: Óliver cruzou e Corona rematou de primeira, de pé esquerdo, concretizando um golo fantástico. E Soares ainda poderia ter feito o segundo antes do intervalo.

A segunda parte começou em modo algo pachorrento, com o FC Porto a privilegiar a posse da bola e a ver, aos 49 minutos, Brahimi ser abalroado por Bruno Varela, num lance de penálti que terá passado despercebido ao árbitro e a grande parte dos espetadores. Mas a verdade é que esta atitude um pouco menos pró-ativa dos Dragões foi punida de forma demasiado dura, já que os visitantes nada tinham feito até então para justificar um golo. Aos 56, Felipe escorregou e permitiu a João Carvalho ficar sozinho perante Casillas e atirar para o empate.

A partir daí, a partida tornou-se naturalmente muito tensa, porque era a liderança que estava em causa. O futebol azul e branco nunca mais foi clarividente e a atitude completamente antidesportiva dos setubalenses propiciava isso mesmo: todos os jogadores substituídos caíam antes de saírem de campo, por forma a queimar mais uns minutos. Até ao apito final, houve três oportunidades claras para fazer o segundo golo, poucas para tanto volume ofensivo: André Silva acertou no poste, aos 67 minutos, Brahimi atirou por cima, aos 83, e Soares, já nos descontos, rematou acrobaticamente por cima, em boa posição. Há mais caminho para fazer na luta pelo título e uma grande oportunidade para aproveitar no Estádio da Luz.

Voltar ao Topo
FC Porto-Vitória de Setúbal (Liga NOS, 26.ª jornada)
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
20-03-2017

De volta ao Olival sem oito internacionais

Nuno Espírito Santo orientou a primeira sessão de trabalho da semana à qual chamou um jogador dos Sub-19 portistas​​​​

Ver mais
19-03-2017

Regresso ao trabalho esta segunda-feira

​Sessão marca o arranque da preparação para o clássico com o Benfica, em Lisboa (1 de abril, 20h30)

Ver mais
19-03-2017

Nuno: “Continuamos a depender de nós”

Ineficácia ofensiva esteve na base do empate frente ao Vitória de Setúbal, de acordo com o treinador

Ver mais
19-03-2017

Óliver Torres: “Tivemos oportunidades muito claras”

​Médio espanhol realçou a ineficácia portista na finalização no empate com o Vitória de Setúbal (1-1)

Ver mais
19-03-2017

Liderança travada pelo antijogo e pelos postes

Dragões empatam (1-1) na receção ao Vitória de Setúbal e mantêm-se no segundo lugar da Liga NOS

Ver mais
19-03-2017

Dragões empatam frente ao Vitória de Setúbal

Corona fez o golo dos azuis e brancos na igualdade a uma bola, na 26.ª jornada da Liga NOS

Ver mais
Fechar