PT | EN | ES

56  Miguel Silva

17  Sakho

14  João Afonso

33  Jubal (90+2')

53  Konan

5  Rafael Miranda (c)

25  Wakaso

11  Raphinha 

10  Heldon

21  Mattheus 

99  Rafael Martins


Suplentes

1  Douglas

7  Francisco Ramos

20  João Aurélio

26  Oscar 
(80' Mattheus)

35  Dénis

49  Tallo

71  Sturgeon 
(74' Raphinha)


Treinador

José Peseiro

sáb, 12 maio 2018 • 16:00
Estádio: D. Afonso Henriques, Guimarães
Vitória de Guimarães
34.ª jornada
FC Porto
0
169'  Marcano 
Árbitro: João Capela (Lisboa)
Assistentes: Nélson Moniz e Nuno Roque (VAR: Vasco Santos)
4.º Árbitro: André Narciso
TV: Sport TV

12  Vaná 

2  Maxi

5  Marcano 

28  Felipe

13  Alex Telles

16  Herrera (c)

10  Óliver

17  Corona 

8  Brahimi

11  Marega

14  Gonçalo 


Suplentes

40  Fabiano 
(79' Vaná)

7  Hernâni

9  Aboubakar

20  André André 
(73' Corona)

21  Ricardo

27  Sérgio Oliveira

29  Soares 
(53' Gonçalo)


Treinador

Sérgio Conceição

12-05-2018

Recorde de campeão na consagração

Golo de Marcano vale triunfo em Guimarães (1-0) e permite ao FC Porto àtingir a marca histórica dos 88 pontos na Liga​​​


O FC Porto fechou com chave de ouro a participação na edição 2017/18 da Liga NOS, ao vencer o Vitória de Guimarães por 1-0, nas tarde deste sábado, no Estádio D. Afonso Henriques. O golo de Marcano ao minuto 69 garantiu aos campeões nacionais a sexta vitória consecutiva - a 28.ª em 34 jornadas do campeonato – que lhes permite somar os ambicionados 88 pontos na classificação, estabelecendo assim um novo recorde pontual do clube – ultrapassa o registo de 2002/03 (86) - e igualando a melhor pontuação de sempre de uma equipa na competição maior do futebol português.

Sérgio Conceição operou uma pequena revolução no onze para o jogo da consagração, ao fazer seis alterações relativamente àquele que alinhou de início na receção ao Feirense (2-1): promoveu a estreia absoluta do guarda-redes Vaná e o regresso à titularidade de Maxi - que assim chegou à centena de jogos com a camisola que tão bem lhe fica, e também de Felipe, Óliver, Corona e de Gonçalo Paciência.

O jovem avançado português começou a mostrar-se cedo, foi o autor dos dois primeiros remates dos Dragões no encontro e esteve na origem num dos lances de maior perigo na primeira parte, quando recuperou nas alturas uma bola ao guardião Miguel Silva, que acabou por sobrar para Marcano, que não lhe deu a melhor direção (24m). A verdade é que foi Vitória que começou por ameaçar o golo: Rafael Martins, isolado na cara de Vaná, atirou ao lado e desperdiçou a primeira das duas grandes oportunidades de golo dos minhotos – a outra teve Wakaso no pé direito, mas permitiu a defesa do guarda-redes brasileiro (39m).

A eficácia que faltou aos vimaranenses também faltou ao FC Porto, a equipa que teve o controlo do jogo, a que mais posse de bola teve e a que mais rematou durante os primeiros 45 minutos disputados a um ritmo baixo, em clima de fim de época. Óliver, por duas vezes, também podia ter inaugurado o marcador, mas numa rematou torto (26m) e na outra obrigou Miguel Silva a defesa apertada (34m); Gonçalo voltou a tentar alvejar a baliza, mas o remate passou sobre a barra (43m).

No segundo tempo, os portistas entraram por cima, mais pressionantes, acutilantes e incisivos na procura do golo. Maxi deu o primeiro sinal, ao tentar surpreender o guarda-redes vitoriano que lhe negou o golo com uma excelente intervenção (52m); logo a seguir, Herrera também esteve perto de marcar (54m). Continuava a faltar pontaria, Sérgio Conceição trocou de pontas de lança (Soares por Gonçalo, 63m), mas foi um central a abrir o ativo na sequência de um lance de bola parada, uma das armas mortíferas desta equipa em 2017/18: Alex Telles cobrou o livre e Marcano concluiu-o com um cabeceamento espetacular para assinar o sétimo golo da conta pessoal na temporada, o quinto na Liga (69m).

Era o que faltava para que o Mar Azul no Afonso Henriques voltasse a cantar pelos campeões. Mas faltava um no plantel: Fabiano entrou para defender a baliza nos últimos dez minutos, para assim se tornar no 30.º jogador a poder envergar a faixa de campeão nacional 2017/18. Agora, sim, todos podiam fazer a festa que há de continuar pela noite dentro nos Aliados.

Voltar ao Topo
13-05-2018

Regresso ao trabalho com treino aberto no Dragão

​Sessão agendada para as 16h00 de segunda-feira​​​

Ver mais
12-05-2018

"Hoje, tal como no Campeonato, fomos justos vencedores"

Sérgio Conceição considera que os Dragões foram superiores ao Vitória em Guimaraes (1-0)

Ver mais
12-05-2018

Vaná: "Para vestir esta camisola tem que se trabalhar"

​Guarda-redes brasileiro foi titular no triunfo do FC Porto em Guimarães (1-0), na derradeira jornada da Liga NOS​

Ver mais
12-05-2018

Recorde de campeão na consagração

Golo de Marcano vale triunfo em Guimarães (1-0) e permite ao FC Porto àtingir a marca histórica dos 88 pontos na Liga​​​

Ver mais
12-05-2018

Dragões vencem em Guimarães

​Triunfo por 1-0, na 34.ª jornada da Liga NOS, com um golo de Marcano

Ver mais
12-05-2018

Cinco de volta à titularidade na estreia de Vaná

​FC Porto e Vitória de Guimarães encontram-se na 34.ª jornada da Liga NOS (16h00, Sport TV)

Ver mais
Fechar