PT | EN | ES
1
Iker Casillas
12
José Sá
24
João Costa
26
Vaná Alves
40
Fabiano
2
Maxi Pereira
5
Marcano
13
Alex Telles
19
Miguel Layún
21
Ricardo Pereira
23
Reyes
28
Felipe
30
Diogo Dalot
10
Óliver Torres
16
Herrera
20
André André
22
Danilo Pereira
25
Otávio
27
Sérgio Oliveira
7
Hernâni
8
Brahimi
9
Aboubakar
11
Marega
17
Jesús Corona
29
Soares

Sérgio Conceição

Vítor Bruno

Siramana Dembélé

Diamantino Figueiredo

Eduardo Oliveira

Nélson Puga

José Mário Almeida

Eduardo Braga

Luís Pinto

Álvaro Magalhães

Telmo Sousa

Manuel Vítor

José Luís Ferreira

Roberto Carreira
23

Reyes

19-09-1992
Mexicana

Defesa

Classe e elegância

Antecipação, elegância no desarme e excelente capacidade de passe são apenas alguns dos predicados que se podem encontrar em Diego Reyes, central de formação que também pode atuar no meio-campo defensivo, tal a qualidade no trato da bola. El Flaco continua a crescer enquanto jogador e regressa ao FC Porto em 2017, após duas temporadas de empréstimo, aos espanhóis da Real Sociedad e do Espanhol, clubes em que acumulou muitos minutos de jogo. No término da sua segunda experiência no país vizinho, a Liga espanhola destacou-o mesmo como um dos quatro melhores centrais da prova, ao lado de Piqué (Barcelona), Sergio Ramos (Real Madrid) e Godín (Atlético de Madrid).

Apesar da juventude, Reyes demonstra uma maturidade incomum. Aliás, estreou-se com apenas 17 anos na equipa principal do América, no início da sua última época no emblema mexicano, em que foi designado capitão e conquistou o Torneio Clausura. Unanimemente considerado um dos maiores talentos da sua geração no futebol mexicano, Reyes foi também uma das figuras da seleção olímpica mexicana que conquistou a medalha de ouro em Londres em 2012, ao derrotar o Brasil (com figuras como Neymar e Hulk) na final. Reyes tem ainda mais itens no palmarés internacional: medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos (2011), campeão de Sub20 da CONCACAF (2011) e vencedor do Torneio de Toulon (2012), Gold Cup (máximo troféu continental) e Taça da CONCACAF, ambos em 2015.

Share
Voltar ao Topo
Fechar