PT | EN | ES
20-03-2018

Noites de primavera no “Dar Letra à Música”

Mais estreias, grandes canções e fortes doses de humor em abril, maio e junho no palco do Museu FC Porto


As noites do Dar Letra à Música têm cartaz completo para os meses de abril, maio e junho. São três noites de primavera e entretenimento puro, onde a conversa e as canções vão percorrer as carreiras e muitas outras histórias dos Jafumega, de Jorge Palma e do projeto Kalú (Xutos & Pontapés) e Fred (Orelha Negra), com convidados muito especiais.

Os portuenses Jafumega sobem ao palco do Museu FC Porto na noite de 19 de abril, com a voz de Luís Portugal e a participação de Mário Barreiros e José Nogueira. A história da banda começou em 1978, dois anos antes de Estamos Aí (LP, 1980), o álbum de estreia, cantado em inglês. Depois, veio o sucesso: o tema Ribeira, lado B de Dá-me Lume (single, 1981), foi a ponte para o português e a passagem para a outra margem. O segundo disco, Jafu’mega (LP, 1982), deu um valente Nó Cego aos desconfiados e incluiu Latin’América e Kasbah. Com Recados (LP, 1983), a banda mostrou ao mundo La Dolce Vita e muito mais.

Em maio, no dia 17, Jorge Palma abre o livro da vida e das canções no ambiente intimista do Dar Letra à Música. A estreia do compositor, poeta e cantor no palco do Museu faz regressar ao universo azul e branco um grande protagonista da música e do espectáculo nacionais. Em 2014, na gala dos Dragões de Ouro, interpretou Frágil, Bairro do amor e Dá-me lume, recebendo uma justíssima ovação. Autor de discos de ouro e platina, premiado com importantes galardões, membro e colaborador em vários projetos coletivos, Palma vive com a música desde criança e tem lugar na história com muitos outros temas intemporais, como Deixa-me rir ou Encosta-te a mim.

Por último, a noite de 13 de junho vai coincidir com um alinhamento de astros azuis e brancos no auditório do Museu. Kalú (Xutos & Pontapés) e Fred (Orelha Negra), ou melhor, pai e filho, ambos portistas e bateristas, trazem-nos os genes originais e rebeldes do rock português e a versatilidade que descobrimos nas novas gerações da música nacional. São dois mundos com muitas semelhanças e umas quantas diferenças, para visitar e explorar à boleia de canções, conversa e uma grande dose de humor. E o melhor é que nos podem reservar mais algumas surpresas, fazendo-se acompanhar de “amigos” também genéticos…

Com a habitual dupla de apresentadores e provocadores, Dar Letra à Música é uma organização do Museu FC Porto em parceria com a Associação Sótão Paralelo (“Conta-me Histórias”). Os bilhetes encontram-se à venda nos locais habituais – balcão do Museu e portal Ticketline – e a participação está sujeita à lotação da sala. Mais informações em www.fcporto.pt/museu.

Confira aqui a programação detalhada do Museu.

Notícias Relacionadas
24-04-2018

Há uma luz que nunca se apaga

​Um golaço de Herrera em cima do minuto 90 deu a vitória ao FC Porto frente ao Benfica, no Estádio da Luz, e devolveu os…

Ver mais
24-04-2018

Jorge Palma dá música no mês da Mãe e Joel Cleto está de volta

​Num mês particularmente especial, de homenagem a todas as mães, o Museu FC Porto leva ao palco do Dar Letra à Música um…

Ver mais
23-04-2018

Bilhar: Taça do tricampeonato já está no Museu

​​Consumado o tricampeonato no bilhar às três tabelas, título que ficou selado no passado dia 15 de abril, esta…

Ver mais
Fechar