PT | EN | ES
19-04-2014

Luís Castro: “A equipa irá reagir da melhor forma”

Luís Castro garante que o FC Porto “irá reagir da melhor forma” ao afastamento da Taça de Portugal, apresentando-se de forma “equilibrada” para defrontar o Rio Ave (segunda-feira, 20h00), em jogo da 28.ª jornada da Liga portuguesa. Como “âncoras” para esse encontro, os azuis e brancos terão as exibições produzidas frente a Benfica (em casa), Nápoles (casa e fora) e Sevilha (em casa), que vão procurar replicar.


“Após uma eliminação de uma meia-final, ninguém fica em condições óptimas para abordar o jogo seguinte. No entanto, também já temos como experiência jogos em que estivemos muito bem e em que entendemos que a equipa estava em pleno para abordar o próximo e depois o não conseguiu fazer da melhor forma. Isto leva-nos a pensar que há momentos em que as equipas conseguem renascer e outros em que não se conseguem manter”, explicou o técnico.

Os portistas vão assim procurar uma exibição completamente diferente da de quarta-feira, frente ao Benfica, mesmo sem Fernando e Quaresma, castigados: “É sempre melhor termos todos os jogadores disponíveis para o jogo, mas também já temos o Maicon em pleno, após um largo período em que mostrava alguma instabilidade em termos de disposição para os jogos. Está totalmente recuperado e essa é uma boa notícia para nós. Certamente que todos aqueles que estiverem prontos vão estar empenhados em honrar o clube e em dar tudo deles para conquistar um bom resultado, num momento que não é o melhor para nós, mas o FC Porto está habituado a conseguir dar passos em frente quando se pensa que vai dar dois atrás”.

Luís Castro preferiu não abordar a sua ausência no banco, após ter sido expulso no Estádio da Luz – “Claro que era melhor para a equipa eu estar no banco, mas isso também não põe o que quer que seja em causa” – e analisou depois o adversário de segunda-feira, ao qual deu os “parabéns” pelo apuramento para a final da Taça de Portugal: “Tem tido prestações muito competentes, especialmente fora de casa. É uma equipa muito perigosa e que tem um futebol muito intenso na sua transição ofensiva. Temos de ser uma equipa muito equilibrada para fazer frente a um rival muito competente e bem orientado”.

Notícias Relacionadas
30-06-2014

Mangala continua em prova, Ghilas despediu-se do Mundial

​Os portistas Mangala e Ghilas não saíram ambos dos bancos de França e Argélia, respectivamente, mas tiveram destinos…

Ver mais
30-06-2014

FC Porto B inicia nova época com 22 atletas

O FC Porto B iniciou esta segunda-feira os trabalhos para a temporada 2014/15, num dia limitado a exames médicos. O…

Ver mais
29-06-2014

Herrera e Reyes despedem-se do Mundial

​Hector Herrera foi titular (jogou os 90 minutos) e Diego Reyes entrou ao intervalo na derrota do México contra a…

Ver mais
Fechar