PT | EN | ES
14-11-2017

“Não vão encontrar nada”

Programa “Universo Porto da Bancada” abordou, entre outros temas, a investigação a Luís Gonçalves


Esta terça-feira foi dia de “Universo Porto da Bancada”, no Porto Canal, programa no qual Francisco J. Marques fez o ponto da situação relativamente a uma queixa apresentada no Ministério Público que motivou uma investigação a Luís Gonçalves, diretor-geral do FC Porto. O diretor de comunicação e informação dos Dragões afirmou que o clube e o visado nada têm a temer nesta situação, uma vez que Luís Gonçalves não teve qualquer tipo de influência na despromoção do árbitro Tiago Antunes. Os jogos particulares disputados nos últimos dias pela seleção portuguesa, a última entrevista de Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, à BTV, e as rábulas do Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ) também foram temas abordados por Francisco J. Marques e pelo restante painel.

Os recentes particulares disputados por Portugal
“O Danilo foi o terceiro jogador mais utilizado nestes dois jogos. O FC Porto vai iniciar um período competitivo importante e no espaço de um mês vai realizar sete jogos. As primeiras grandes decisões desta época vão acontecer neste período, nomeadamente na Liga dos Campeões. Numa altura destas, creio que se poderia ter poupado mais o Danilo. Parece-me que houve uma utilização excessiva do Danilo, que naturalmente se lamenta. E se o José Sá foi convocado para não jogar e não se estrear pela seleção, era preferível ter ficado no FC Porto a trabalhar com os colegas e com o treinador Sérgio Conceição.”

FC Porto e Luís Gonçalves sem nada a temer
“As investigações devem sempre ser levadas até ao fim. O FC Porto e o Luís Gonçalves nada têm a temer relativamente a este assunto. Todos nos lembramos do jogo em Braga. No final do jogo, de cabeça quente, o Luís Gonçalves excedeu-se e proferiu uma frase para o árbitro Tiago Antunes que resultou num castigo de 30 dias aplicado pelo Conselho de Disciplina. Basicamente, disse-lhe que com aquele comportamento iria ter uma carreira curta. No final dessa época, Tiago Antunes foi despromovido. Alguém apresentou uma queixa e é preciso perceber se a despromoção teve influência do Luís Gonçalves, mas ele não fez rigorosamente nada e isto vai resultar em nada. Só quem não seguiu as arbitragens de Tiago Antunes poderia estranhar a despromoção. Era um dos árbitros mais fracos e toda a gente sabe que chegou à Primeira Liga por ser afilhado do Ferreira Nunes. O Luís Gonçalves não é arguido do que quer que seja, mas o FC Porto quer que todas as investigações se façam até ao fim. Estamos tranquilos. O FC Porto e o Luís Gonçalves defendem que tudo deve ser investigado, mas não vão encontrar nada.”

Os e-mails e a entrevista de Luís Filipe Vieira à BTV
“Os comportamentos do Benfica expressos e relatados nos e-mails, absolutamente verdadeiros, são comportamentos que desvirtuam a competição e que alteram a verdade desportiva. Ninguém do Benfica desmentiu o conteúdo dos e-mails. Não estávamos a enganar ninguém quando dissemos que este era um dos maiores escândalos do futebol português. É uma teia gigantesca e que tem ramificações muito grandes, transversais a todas as estruturas do futebol. Vai continuar a saber-se. E isto não vai acabar. Se Luís Filipe Vieira não quer ter ciclismo por causa de doping, tem de acabar com muitas outras modalidades. O Benfica é o clube em Portugal que tem, de longe, o maior número de casos relacionados com doping, em várias modalidades.

O IDPJ
“É inacreditável que fale em nome da PSP. Há situações especialmente graves que não tiveram o mesmo tratamento por parte deste organismo. Existe cumplicidade e subserviência em relação ao Benfica. É por demais evidente e está à vista de todos que o Benfica apoia as suas claques ilegais. Os legalizados têm mais problemas do que os ilegais. É inacreditável. Isto cabe na cabeça de alguém? Isto é irracional. Este Secretário de Estado para o Desporto e para a Juventude não serve para nada.”

Pode ver o programa na íntegra aqui.

Notícias Relacionadas
15-11-2017

O Dragão já não é o que era, é muito mais

Sabe quando foi tirada a fotografia que vê acima? Foi na manhã de 27 de maio de 2004, quando a equipa do FC Porto se…

Ver mais
15-11-2017

FC Porto assina protocolo com o ISAG–European Business School

​​O FC Porto assinou recentemente um protocolo de colaboração com o ISAG-European Business School para aprofundar a…

Ver mais
08-11-2017

Dragões de Ouro em destaque na revista de novembro

​​A noite de 25 de outubro encheu de brilho o Dragão Caixa. Foi ali, na casa das modalidades do FC Porto, que decorreu a…

Ver mais
Fechar