PT | EN | ES
18-11-2017

Lars Walther: “Podemos estar orgulhosos do nosso trabalho”

Treinador lamentou “alguns erros estúpidos”, mas salientou capacidade dos Dragões para competirem com o Füchse


Lars Walther saiu do jogo com o Füchse Berlim (derrota por 27-30, na primeira mão da terceira eliminatória da Taça EHF) com uma sensação agridoce: satisfeito com a prestação da equipa, mas, por outro lado, com a clara impressão de que os Dragões poderiam ter ganho se tivessem evitado algumas falhas cruciais.

“Estou muito satisfeito, acho que fizemos um jogo muito bom, mas tenho a sensação de que poderíamos ter ganho. Cometemos alguns erros estúpidos, mas uma grande equipa pressiona-nos a fazê-los. Acho que podemos estar orgulhosos do nosso trabalho e agora sabemos que também podemos jogar contra as grandes equipas e isso é algo que também poderemos usar no futuro”, declarou ao Porto Canal.

O treinador adiantou que se suspeita que Alfredo Quintana tenha contraído uma lesão ligamentar, no choque com Paul Drux, e apontou à partida da segunda mão (quinta-feira, 18h30 de Portugal Continental, com transmissão em direto no Porto Canal): “Vai ser um grande espetáculo e é para isso que jogamos andebol. Todos vão querer fazer parte do jogo”.

Tal como Lars Walther, Hugo Laurentino sentiu que o resultado poderia ter sido favorável aos portistas, aos quais talvez tenha faltado “experiência internacional”. O guarda-redes abordou igualmente a lesão de Quintana.

“É um colega de equipa e posição e ainda por cima temos uma relação muito boa. Nunca é bom ver um colega sair lesionado do jogo, mas é a vida. Quando entrei tive de desligar e concentrar-me ao máximo. Estes jogos são de muita dificuldade, de outro nível, e tentámos fazer o melhor”, resumiu.

Notícias Relacionadas
14-01-2018

Andebol: Seleção no playoff do Mundial com a ajuda de quatro Dragões

A seleção nacional de andebol garantiu o apuramento para o playoff de acesso ao Campeonato do Mundo de 2019,​ depois de…

Ver mais
13-01-2018

Cinco golos de Miguel Martins ajudam Portugal a vencer o Kosovo

​​Miguel Martins contribuiu com cinco golos para a vitória expressiva da seleção nacional de andebol sobre o Kosovo…

Ver mais
01-01-2018

Ricardo Moreira: “Quero ganhar o dobro do que ganhei como jogador”

​Nasceu no seio de uma família de desportistas e de portistas – o tio paterno, José Moreira, é uma lenda do voleibol do…

Ver mais
Fechar