PT | EN | ES
23-11-2017

Derrota em Berlim confirma saída da Taça EHF

Füchse bateu por 33-25 os Dragões, que assim ficam fora da fase de grupos


Após a derrota por três golos frente ao Füchse Berlim, na primeira mão da terceira eliminatória da Taça EHF, no sábado, já se sabia que a missão dos Dragões na Alemanha seria muito difícil. O desaire desta quinta-feira, por 33-25, confirmou assim a saída da competição, na última barreira antes da fase de grupos, mas pode dizer-se que os portistas caíram de pé, frente ao atual líder da Liga alemã e claro candidato a vencer a competição europeia.

O FC Porto nada tinha a perder e, por isso, Lars Walther optou de início por atacar com sete elementos (dois pivôs), abdicando da presença na baliza de Hugo Laurentino, que desta vez não teve a companhia do parceiro de posto específico Alfredo Quintana, por lesão. Os Dragões equilibraram o jogo até meados da primeira parte (aos 17 minutos perdiam por 8-7), mas, a partir desse momento, as raposas disparam no marcador até aos 17-12 que se registavam ao intervalo.

A qualidade técnica do Füchse, recheado de internacionais de topo como Lidberg, Vukovic, Nenadic, Drux e Kopljar, fazia a diferença, não só no ataque como também obrigando os azuis e brancos a falhas técnicas que depois originavam contra-ataques. O início da segunda parte foi particularmente difícil para o FC Porto, que sofreu um parcial de 4-0 e se viu a perder por 21-13 aos 37 minutos.

Os Dragões acabariam ser derrotados precisamente por uma margem de oito golos, mas nunca se desligaram do jogo, com uma boa parte do mérito a pertencer a Hugo Laurentino, que efetuou algumas excelentes defesas, parando até um livre de sete metros de Lindberg. Nos últimos minutos, cedeu o lugar ao estreante Carlos Oliveira, que representou recentemente a seleção portuguesa no Europeu de Sub-18 e que é habitualmente utilizado na equipa B.

FICHA DE JOGO

FÜCHSE BERLIM-FC PORTO, 33-25

Taça EHF, 3.ª eliminatória, 2.ª mão
23 de novembro de 2017
Max-Schmeling-Halle, Berlim

Árbitros: Dzmitry Nabokau e Siarhei Kulik (Bielorrússia)

FÜCHSE BERLIM: Silvio Heinevetter e Petr Stochl (g.r.); Bjarki Elisson (2), Drago Vukovic (1), Paul Drux (3), Steffen Fäth (6), Marko Kopljar (3),Hans Lindberg, Kevin Struck (1), Jakov Gojun,Petar Nenadic (5), Erik Schmidt (3), Mattias Zachrisson (6), Frederik Simak (2) e Erik Gerntke (1)
Treinador: Velimir Petkovic

FC PORTO: Hugo Laurentino e Carlos Oliveira (g.r.); António Areia (3), Ángel Hernández (3), Daymaro Salina (2), Victor Iturriza (1), Miguel Martins (5), Diogo Branquinho,Nikola Spelic (2), Yoel Cuni Morales (3), Rui Silva (2), José Carrillo (3), Aleksander Spende (1) e Miguel Alves
Treinador: Lars Walther

Ao intervalo: 17-12

Notícias Relacionadas
18-11-2017

Lars Walther: “Podemos estar orgulhosos do nosso trabalho”

Lars Walther saiu do jogo com o Füchse Berlim (derrota por 27-30, na primeira mão da terceira eliminatória da Taça EHF)…

Ver mais
18-11-2017

Boa réplica ao líder da Liga alemã não evitou derrota

O FC Porto deu uma boa réplica ao Füchse Berlim e liderou durante a maior parte do primeiro tempo, mas acabou por perder…

Ver mais
17-11-2017

Ricardo Moreira foi homenageado e viveu um “dia especial”

Ricardo Moreira foi homenageado este sábado, antes do início do jogo entre o FC Porto e o Füchse Berlim, a contar para a…

Ver mais
Fechar