PT | EN | ES
13-01-2018

Há 30 anos, completava-se o primeiro triplete internacional

Conquista da Supertaça Europeia fechou um ciclo perfeito. Só mais seis clubes o conseguiram repetir desde então


Há exatamente 30 anos, a 13 de janeiro de 1988, o Estádio das Antas recebia a sua única final europeia, no caso a segunda mão da Supertaça, frente ao Ajax. O golo de António Sousa valeu uma vitória por 1-0, uma repetição do resultado de Amesterdão (pode ver o resumo dos dois jogos em baixo) que permitiu ao FC Porto ser o primeiro clube a conquistar os três troféus internacionais acessíveis a uma equipa europeia no mesmo ciclo: Taça dos Campeões Europeus/Liga dos Campeões (frente ao Bayern Munique), Taça Intercontinental (derrotando os uruguaios do Peñarol) e a referida Supertaça.

O feito só foi entretanto repetido por seis equipas, sendo que incluímos nestas contas a Taça Intercontinental e a competição sucessora, o Mundial de Clubes: AC Milan (1988/89, 1989/90 e 2006/07), Ajax (1994/95), Juventus (1995/96), FC Barcelona (2008/09, 2010/11 e 2014/15), Bayern Munique (2012/13) e Real Madrid (2001/02, 2013/14, 2015/16 e 2016/17). Um lote verdadeiramente extraordinário de clubes, que prova o tamanho do feito da nossa equipa em 1987 e 1988 – aliás, o FC Porto é o único clube português a ter a Supertaça Europeia no palmarés.

“Só passado uns anos nos apercebemos disso. Éramos mais jovens, não encarávamos as coisas de uma forma tão apaixonada. É um lote restrito de grandes equipas em que se encaixa perfeitamente bem o FC Porto, porque criou alicerces enormes para lá chegar. Felizmente isso foi conseguido e hoje consolidou-se o nome do FC Porto”, afirmou ao www.fcporto.pt e Porto Canal o marcador do golo da partida das Antas.

António Sousa é um dos seis jogadores que disputou os quatro jogos que valeram aos Dragões estes três títulos, sendo os outros Mlynarczyk, Inácio, Jaime Magalhães, André e João Pinto. O eterno camisola dois revela orgulho por “pertencer a uma geração” que conseguiu estes três troféus e falou de um “plantel de luxo”, preparado já “antes de 1984”, quando o FC Porto perdeu a final da Taça das Taças frente à Juventus – muitos observadores consideram que nasceu aí o Dragão europeu. Os dois grandes mentores são igualmente identificados: José Maria Pedroto e Jorge Nuno Pinto da Costa.

“O primeiro objetivo foi passar a Ponte D. Luís sem problema nenhum e depois disso o FC Porto olhou além-fronteiras e conseguiu essas conquistas. Acima de tudo tínhamos um grande plantel, ao qual três meses antes faltaram dois ou três jogadores importantes e ainda assim conseguimos ganhar ao Bayern. Na Supertaça faltou um dos pilares da época anterior, o Futre, e mesmo assim batemos uma equipa com grandes resultados a nível europeu, o Ajax, orientada por um dos melhores treinadores da história do futebol, o Cruyff, que punha as equipas a jogar de forma excelente”, resumiu João Pinto.

António André recorda-se que, no final do jogo, tomou conhecimento de que o triplete era um feito único. “O que me enche de alegria é eu ter estado nestes grandes eventos e ter sido totalista absoluto. Isso enche-me de alegria por aquilo que dei ao FC Porto. É uma honra estar na elite do futebol mundial e europeu”, sublinha.

O encontro entre FC Porto e Ajax é projetado este sábado no Auditório Fernando Sardoeira Pinto do Museu, às 11h00, 15h00 e 17h00. A entrada é livre, sujeita à lotação da sala.

VÍDEOS FOTOS
António Sousa, André e João Pinto: três totalistas do triplete internacional
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Facebook Twitter Pinterest Share
Notícias Relacionadas
22-07-2018

Marega decide

​O FC Porto bateu este domingo os ingleses do Everton, por 1-0, no Estádio do Algarve, em jogo de preparação referente à…

Ver mais
22-07-2018

Estamos a crescer a cada dia

​Yacine Brahimi falou em exclusivo ao Porto Canal sobre a vitória frente ao Everton (1-0), em jogo particular referente…

Ver mais
21-07-2018

Estou muito feliz por renovar com este grande clube

​Maxi Pereira renovou contrato com o FC Porto e prepara-se para iniciar a quarta temporada ao serviço do clube azul e…

Ver mais
Fechar