PT | EN | ES
21-11-2017

De volta ao primeiro lugar

Vitória sobre a Juventude de Viana (8-3) permite aos Dragões colar-se ao trio de líderes invictos do Campeonato


O FC Porto Fidelidade chegou à quinta vitória no Campeonato e juntou-se ao trio de líderes invictos da classificação​ (Sporting, Benfica e Oliveirense), ocupando o primeiro lugar por ter a melhor diferença de golos (44-11). No jogo em atraso da terceira jornada, disputado esta terça-feira, no Dragão Caixa, os campeões nacionais bateram a Juventude de Viana por 8-3. Um resultado que não espelha as dificuldades colocadas pelos vianenses e que foi construído com golos de Rafa (3), Álvaro Morais (2), Reinaldo Garcia, Gonçalo Alves e Ton Baliu.

Ao contrário do que tem sido hábito neste início de temporada, o FC Porto não entrou bem no encontro, muito por mérito da formação de Viana do Castelo, sexta classificada do Campeonato em 2016/17, e que, logo aos quatro minutos, rematava ao ferro da baliza de Carles Grau, por intermédio de João Ramalho. As dificuldades iniciais sentidas pelos portistas na circulação da bola e em ultrapassar o bloco baixo do adversário levou Guillem Cabestany a pedir o primeiro time out da partida, que viria a revelar-se determinante.

A partir daí, os Dragões serenaram o jogo e os golos começaram a aparecer. Com um remate soberbo, só ao nível dos melhores, Reinaldo Garcia inaugurou o marcador (12m) e, pouco depois, Rafa ampliou a vantagem (15m), que entretanto seria reduzida por Emanuel Garcia (19m), antigo jogador do FC Porto. O melhor da primeira parte estava reservado para o fim, com um "golaço" de Gonçalo Alves (24m), daqueles de fazer levantar um pavilhão. Ainda o Dragão Caixa celebrava o 13.º golo do avançado no Campeonato - está no topo da lista de goleadores -, quando, no mesmo minuto, Rafa “bisou” e permitiu que os azuis e brancos recolhessem ao balneário com uma almofada maior ​no marcador (4-1).

Na segunda parte, Cabestany lançou Álvaro Morais e a aposta do treinador não podia ter sido mais acertada: o jovem avançado, que esta época regressou ao clube, precisou de pouco mais do que cinco minutos para “bisar” (30m e 37m) e assim dar ao FC Porto uma vantagem mais confortável. A Juventude de Viana não atirou a toalha ao chão e reduziu para 6-2 (37m) antes de o jogo entrar numa fase menos interessante até Ton Baliu voltar a fazer funcionar o marcador a sete minutos do fim (43m).

Ainda havia tempo, no entanto, para Rafa chegar ao hat-trick (45m) e para o vianense Gustavo Lima fixar o resultado final (49m) de um jogo que assinalou não só o regresso de Emanuel Garcia, mas também do seu treinador, Renato Garrido, e do adjunto Edo Bosch, a uma casa que tão bem conhecem e onde tantos títulos conquistaram.

No fim, aos microfones do Porto Canal, Cabestany assumiu que a exibição foi melhor nos segundos 25 minutos, sem deixar de reconhecer a boa réplica dada pelos vianenses: “Na primeira parte nunca controlámos verdadeiramente o jogo. Fomos para o intervalo com um bom resultado, mas não ficámos contentes com o que fizemos. Na segunda, independentemente dos golos, controlámos mais o jogo, sofremos menos e fomos muito melhores diante de uma boa equipa, com bons jogadores, que dificultaram muito a nossa tarefa”, disse o treinador do FC Porto, que agora vai preparar a deslocação a França, onde vai medir forças com o La Vendéene na segunda jornada da Liga Europeia (sábado, 19h30).​​

FICHA DE JOGO


FC PORTO FIDELIDADE-JUVENTUDE DE VIANA, 8-3
Campeonato Nacional, 3.ª jornada
21 de novembro de 2017
Dragão Caixa

Árbitros: Orlando Panza e Silvia Coelho (Porto)

FC PORTO FIDELIDADE: Carles Grau (g.r.), Hélder Nunes (cap.), Jorge Silva, Reinaldo Garcia e Gonçalo Alves
Suplentes: Nélson Filipe (g.r.), Telmo Pinto, Ton Baliu, Rafa e Álvaro Morais
Treinador: Guillem Cabestany

JUVENTUDE DE VIANA: Jorge Correia (g.r.) (cap.), Francisco Silva, João Ramalho, Nelson Pereira e Emanuel Garcia
Suplentes: Paulo Matos, Gustavo Lima, Tó Silva e Nuno Santos
Treinador: Renato Garrido

Ao intervalo: 4-1
Marcadores: Reinaldo Garcia (12m), Rafa (15m, 24m e 45m), Emanuel Garcia (19m), Gonçalo Alves (24m), Álvaro Morais (30m e 37m), Gustavo Lima (37m e 49m), Ton Baliu (43m)

Disciplina: cartão azul a Tó Silva (​​​15m)

Notícias Relacionadas
06-11-2017

Modalidades: Resultados da formação

Campeonato Nacional da 2.ª Divisão, 1.ª fase, zona 1, 6.ª jornada (Seniores B) ... FC Porto B-São Mamede, 34-16 ... FC…

Ver mais
04-11-2017

Vic não resistiu ao poderio do Dragão

O FC Porto Fidelidade estreou-se, na tarde deste sábado, na atual edição da Liga Europeia de hóquei em patins com uma…

Ver mais
03-11-2017

Cartaz de luxo no Dragão

Sábado é um dia especial no Estádio do Dragão. Um dia para celebrar os 12 milhões de espectadores no recinto, para…

Ver mais
Fechar