PT | EN | ES
06-12-2017

Sérgio Conceição: “Não vamos deixar cair nada”

Treinador do FC Porto deixou elogios ao trajeto da equipa até aos oitavos de final da Liga dos Campeões


O FC Porto está pela 13.ª vez na história nos oitavos de final da Liga dos Campeões e, no que diz respeito à época em curso, foi mesmo a única equipa portuguesa a garantir um lugar entre as 16 melhores da Europa. Após a goleada sobre o Mónaco (5-2), na sexta e última jornada do grupo G, Sérgio Conceição não poupou nas palavras para elogiar o trabalho e o trajeto portista na mais importante competição de clubes do planeta.

Caráter, personalidade e qualidade
“Tivemos o percalço da lesão do Otávio no aquecimento e isso acabou por abalar a nossa fase inicial no jogo, apesar de termos feito golos. Tivemos períodos de alguma precipitação na primeira fase de construção e isso poderia ter-nos causado problemas. Com as expulsões houve mais espaço para jogar. É de louvar que esta equipa, mesmo estando a ganhar, nunca tenha deixado de procurar mais golos. Sabíamos que os automatismos desta equipa do Mónaco não eram os melhores e tentámos aproveitar isso, sabendo do potencial individual deles. Fizemos o nosso trabalho e só podemos dar os parabéns aos jogadores pelo nosso trajeto. Com jogadores da casa, fomos uma equipa de carácter, com personalidade e qualidade. Conseguimos ser a única equipa portuguesa nos oitavos de final da Liga dos Campeões. A equipa e o clube estão de parabéns, pois é um apuramento merecido.”

Uma equipa sempre à procura do golo
“Fico contente com a vontade e a objetividade da equipa, mas por vezes é preciso controlar o jogo com bola. Num ou noutro momento faltou-nos paciência, mas esta equipa tem uma ambição muito grande de chegar à baliza contrária. Há sempre aspetos a melhorar e a aperfeiçoar, mas, no geral, só posso estar satisfeito. Poucos acreditavam nesta equipa e no trajeto que tem feito até agora, sobretudo no Campeonato e na Liga dos Campeões.”

Gestão de esforço(s)
“Era importante gerir o esforço, sobretudo o do Marega, devido ao problema físico que ele teve recentemente. Ele é um jogador muito ofensivo e o Corona, mesmo sendo avançado, tem características diferentes. O Aboubakar também saiu pois no fim de semana temos mais um jogo importante que queremos muito ganhar.”

Um balneário a sonhar
“O sonho faz parte do nosso balneário e temos os nossos objetivos bem definidos. Passar aos oitavos de final da Liga dos Campeões era um deles e está cumprido. De tudo o que vier, não vamos deixar cair nada e vamos continuar a sonhar. Mas agora já estamos focados no Campeonato e vamos querer ganhar em Setúbal. Temos um objetivo muito grande, que é sermos campeões.”

A lesão de Otávio e a expulsão de Felipe
“O Otávio teve um problema muscular durante o aquecimento e o nosso departamento médico vai agora analisar a extensão da lesão. Quanto ao Felipe, é um momento que pode mas que não deve acontecer. Fico triste com as duas situações, mas o futebol é isto.”

Aboubakar e Marega
“O Aboubakar é um jogador que aprecio e, como avançado, tem características que me agradam, tal como o Marega e o Soares também. Até poderia ir buscar um avançado de não sei quantos milhões, mas queria ficar com o Aboubakar. Quanto ao Marega, não foi uma surpresa para mim. Quando estava no Nantes, queria ter levado o Marega para lá, por isso, quando cheguei ao FC Porto, disse na hora que queria que ele voltasse.”

Notícias Relacionadas
12-12-2017

A vontade era tanta que até a bola furou

Mlynarczyk, João Pinto, Inácio, Lima Pereira, Geraldão, Jaime Magalhães, André, António Sousa, Rui Barros, Madjer,…

Ver mais
12-12-2017

Sérgio Conceição: “Esta eliminatória é uma das mais equilibradas”

​O sorteio dos oitavos de final da Liga dos Campeões, realizado em Nyon, na Suíça, colocou o Liverpool no caminho do FC…

Ver mais
12-12-2017

De volta ao Olival em modo Taça de Portugal

​Após cumprir um dia de folga, o plantel principal do FC Porto regressou esta terça-feira ao trabalho, no Centro de…

Ver mais
Fechar