PT | EN | ES
19-06-2018

"Sinto-me com muita força e vontade para continuar"

Aos 35 anos, Reinaldo García garantiu o 36.º título da sua carreira


Reinaldo García marcou o golo decisivo para a conquista da Taça de Portugal, frente ao Valongo, a 36 segundos do final do prolongamento (3-2). Nalo - alcunha do argentino - garantiu assim o 36.º título da sua carreira. Um excelente registo para o jogador mais experiente do plantel do FC Porto: 35 anos e ainda muito hóquei pela frente.

“Ainda me sinto com muita força, com muita vontade para continuar. Sinto-me bem e não sei quantos mais anos jogarei, porque ainda nem pensei nisso. Trabalho para estar bem e cuido-me muito”, salienta Reinaldo García, em entrevista ao fcporto.pt.

Jorge Nuno Pinto da Costa recebeu a Taça no Museu FC Porto e confessou ter vibrado com o golo decisivo do argentino. “Dei um salto no sofá quando foi golo porque foi uma jogada fantástica, tanto no passe como na finalização. Foi uma jogada de puro e fino hóquei, que me entusiasmou”, explicou o presidente do FC Porto.

“Foi de facto um lance bonito, que nos deu a vitória e o título. Ter ouvido o presidente dizer que ficou contente com o golo é melhor ainda. Fico muito feliz por ter conseguido o golo da vitória”, reconheceu o jogador argentino, acrescentando: “Este ano trabalhámos muito bem, trabalhámos para conseguir até mais do que conseguimos. Estivemos muito perto de conseguir a Liga Europeia, que já nos foge há alguns anos, e estivemos perto de conseguir também o campeonato. Conseguimos pelo menos a Taça que nos dá confiança para continuar com o trabalho que estamos a fazer.”

Os adeptos do FC Porto reconheceram o bom desempenho da equipa ao longo da temporada, embora o saldo de uma Supertaça António Livramento e uma Taça de Portugal seja curto para a ambição de equipa técnica e jogadores. “É bom ouvir dizer que fizemos uma boa época. A maioria das pessoas diz que nós somos a melhor equipa a jogar, mas eu gostava era de jogar bem e ganhar, gostava de ter ganho estes dois títulos que nos fugiram. Claro que quando uma equipa joga bem, tem mais possibilidades de atingir os seus objetivos.”

Reinaldo García acredita que os Dragões serão recompensados pelo trabalho que têm vindo a realizar: “Temos de continuar assim. Se calhar não chega só jogar bem, temos de dar algo mais. Temos de fazer uma análise, potenciar o que estamos a fazer bem e trabalhar para que, na próxima época, aqueles pormenores que fazem a diferença caiam para o nosso lado.”

O jogador argentino avança para a 10.ª temporada com a camisola azul e branca. Nalo representou o FC Porto entre 2001 e 2007, regressando ao clube em 2015. Dos 36 títulos que conquistou na carreira, 16 foram ao serviço dos Dragões: 7 Campeonatos, 5 Taças de Portugal e 4 Supertaças. Aos 35 anos, Reinaldo García ainda não está satisfeito. “Gostava de ter sempre mais títulos do que anos, isso seria bom sinal, sinal de muitas vitórias. Ainda quero ganhar mais”, remata, em conversa com o fcporto.pt.

Notícias Relacionadas
22-07-2018

Gonçalo Alves marca mas Portugal perde final do Europeu

​Gonçalo Alves marcou um dos golos de Portugal na derrota frente à anfitriã Espanha (6-3), na final do Europeu de hóquei…

Ver mais
21-07-2018

Dragões ajudam Portugal a chegar à final do Europeu

​Gonçalo Alves e Rafa desempenharam papéis decisivos na vitória de Portugal frente à Itália, por 4-2, e consequente…

Ver mais
20-07-2018

Seis golos portistas na vitória de Portugal

​Portugal venceu nesta sexta-feira a Inglaterra por 14-2 e garantiu a presença nas meias-finais do Europeu de hóquei em…

Ver mais
Fechar