PT | EN | ES
17-02-2016

Pinto da Costa: “Entramos sempre para ganhar”

Presidente do FC Porto projetou o jogo com o Dortmund, comparou-o com o clássico e ainda falou de José Peseiro


Jorge Nuno Pinto da Costa foi o porta-voz da confiança do plantel do FC Porto para o jogo desta quinta-feira diante do Borussia Dortmund, da primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa. O presidente classificou-o como “o mais difícil da época”, mas garantiu que, apesar do poderio do adversário e da ausência de “jogadores importantes”, como Maxi e Danilo, que cumprem suspensão, os Dragões vão entrar, como sempre, para ganhar.

“Sabemos que é muito difícil, se calhar o mais difícil da época. Muito mais do que o de sexta-feira, porque comparar as duas equipas é brincadeira. De qualquer forma, vamos entrar para ganhar, como sempre. Toda a gente sabe que o Borussia é atualmente o segundo clube na Alemanha, tem um historial europeu fantástico, mas nós entramos sempre para ganhar. Ainda há dias toda a agente nos via derrotados e nós tínhamos a convicção de que íamos ganhar e ganhámos. É isso que vamos tentar fazer, apesar de sabermos que a equipa não vai poder contar com alguns jogadores muito importantes. Mas os 11 que entrarem vão entrar para ganhar”, assegurou o dirigente portista, em declarações feitas já em solo alemão​.

Está prestes a completar-se um mês desde que José Peseiro assumiu o comando técnico do FC Porto e, para Pinto da Costa, já se nota a influência do treinador na forma como a equipa joga: “Só quem estiver distraído é que não vê que a equipa está totalmente diferente. Cada treinador tem os seus métodos e a sua tática e ele alterou completamente o sistema de jogo e os jogadores estão completamente diferentes”.

O processo da Comissão de Instrução e Inquérito instaurado pela Liga de Clubes ao Dragões Diário, a newsletter oficial do FC Porto, pelo que foi escrito sobre a arbitragem do jogo entre os portistas e o Arouca, no Estádio do Dragão, também mereceu um comentário de Pinto da Costa: “Até julguei que em Portugal havia liberdade de imprensa. Como dizia o doutor Mário Soares, os portugueses têm direito à indignação, mas ainda há gente com mentalidade de antes do 25 de abril. Mas não faço mais qualquer comentário, porque não sou eu que escrevo nem sequer supervisiono, porque é um órgão independente feito por jornalistas”.

Outro assunto na ordem do dia é a TAP e a sua relação com o maior aeroporto do Norte de Portugal, o Francisco Sá Carneiro, que tem sido motivo de várias críticas por parte de Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto. O dirigente máximo dos azuis e brancos manifestou-se “muito feliz” por o FC Porto viajar na SATA e não na Transportadora Aérea Portuguesa. “Temos que desprezar quem nos despreza”, acrescentou.

Notícias Relacionadas
30-05-2016

COMUNICADO DA FC PORTO – FUTEBOL, SAD

A Administração da FC Porto – Futebol, SAD chegou a acordo com o treinador da equipa principal de futebol, José Peseiro,…

Ver mais
30-05-2016

Golo de Aboubakar não evita derrota dos Camarões

O golo de Vicent Aboubakar não foi suficiente para que a seleção dos Camarões perdesse esta segunda-feira diante da…

Ver mais
30-05-2016

Campeões europeus de Sub-17 distinguidos

​Os cinco Dragões que se sagraram campeões europeus de Sub-17, ao serviço da seleção portuguesa, estiveram esta…

Ver mais
Fechar