FCP logo
0

Sérgio Conceição fez um balanço positivo do desempenho portista na vitória por 2-0, no Barreiro, frente ao GD Fabril, em duelo da 3.ª eliminatória da Taça de Portugal

O FC Porto foi até ao emblemático Estádio Alfredo da Silva, no Barreiro, onde derrotou o GD Fabril, antiga CUF, por 2-0, para garantir o acesso à quarta eliminatória da Taça de Portugal. No final da partida, Sérgio Conceição destacou os “momentos de brilhantismo” dos detentores do título e revelou satisfação “com a resposta dos jogadores menos utilizados”, o que lhe oferece “soluções interessantes”.

Satisfação
“Fiquei satisfeito. Acho que tivemos alguns momentos de brilhantismo, é impossível ter brilhantismo o jogo todo, porque jogamos contra adversários que também querem ganhar e limitar ao máximo a nossa dinâmica. Foi um jogo positivo dentro daquilo que era a seriedade que queríamos ter, tivemos respeito pelo adversário e pela história deste clube. Gosto muito da Taça de Portugal precisamente por podermos jogar contra estes adversários e atuarmos nestes ambientes históricos, míticos. Fiquei também muito agradado quando cheguei ao balneário e vi o cartaz com a mensagem “bem-vindos”. A única coisa negativa foi não termos tido este estádio cheio para ver duas equipas históricas que se defrontaram.”

Soluções
“Sim, fiquei muito satisfeito com a reposta dos jogadores menos utilizados. Eu não dou nada a ninguém, os jogadores é que vão à procura desses minutos e tiveram-nos. Somos um grupo de quase 30 jogadores que trabalham de forma séria e isso viu-se hoje. O Carraça fez o primeiro jogo e jogou os 90 minutos como se já tivesse realizado muitos encontros e o seu ritmo competitivo fosse o mais alto.  A forma como os jogadores menos utilizados se bateram hoje é a prova mais do que evidente de que trabalham diariamente e muito forte para chegar a estes momentos e darem o contributo à equipa, complicando a minha vida. Tenho soluções interessantes.”

Passo a passo
"À medida que vamos caminhando nas diferentes competições, os jogos começam a ter o seu peso. Na Taça de Portugal, passar à ronda seguinte era o objetivo. Na Liga dos Campeões, temos agora um jogo bastante difícil e importante naquilo que são as contas para a passagem aos oitavos. E no campeonato queremos o mais rápido possível voltar ao lugar de que gostamos e que no fundo nos pertence, porque somos os campeões em título. Vamos passo a passo. Agora é despachar na viagem para cima para o Porto, porque amanhã já temos treino de manhã para preparar o próximo jogo contra o Marselha.”

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.