FCP logo
0

Sérgio Conceição projetou o Atlético de Madrid-FC Porto, da primeira jornada do Grupo B da Liga dos Campeões (quarta-feira, 20h00)

É já esta quarta-feira, a partir das 20h00 (TVI/Eleven Sports), que o FC Porto inicia a 25.ª participação na Liga dos Campeões. Na antevisão do duelo com o Atlético de Madrid, referente à primeira jornada do Grupo B e que terá como palco o Estádio Wanda Metropolitano, Sérgio Conceição sublinhou o “peso histórico” dos clubes que compõem este agrupamento e recordou a forma como o FC Porto consegue esbater as diferenças que o separa de emblemas financeiramente mais ricos que disputam campeonatos mais fortes do que o português.

Questionado sobre se o grupo do FC Porto é o mais equilibrado da Liga dos Campeões, Sérgio Conceição expôs o seu ponto de vista: “Esse equilíbrio está patente na história de cada um dos clubes. Desde a nossa final em 2004, os clubes do nosso grupo estiveram em duas finais cada um. Isso demonstra o peso histórico desses mesmos clubes, que fazem parte de campeonatos que são financeiramente mais fortes e mais competitivos do que o nosso. Normalmente conseguimos esbater essas diferenças com uma ambição e determinação muito grandes, pois cada jogo é uma oportunidade para ganhar e este não será diferente”, afirmou o treinador dos Dragões.

No outro banco estará Diego Simeone, alguém que Sérgio Conceição conhece bem e com quem partilhou o balneário na Lazio, em Itália. “Representamos clubes de gente muito apaixonada. Os adeptos do Atlético são adeptos super apaixonados. São clubes que têm muito a ver com o nosso ADN e com a nossa personalidade, mas depois temos as nossas diferenças”. Para o treinador do FC Porto, as duas equipas são diferentes “com e sem bola”, mas o coletivo azul e branco é “mais pressionante na organização defensiva”, algo essencial perante o talento que existe nos colchoneros: “Independentemente do sistema, há muita qualidade em todos os setores. Estamos preparados para os diferentes cenários”.

Sobre Diogo Costa, que tem sido o dono da baliza portista neste arranque de temporada, Sérgio Conceição elogiou a qualidade do trabalho do jovem guarda-redes e a evolução que tem tido. “Está a fazer o trabalho dele de acordo com a qualidade que tem e com a evolução que tem tido, mas não podemos esquecer outro guarda-redes que nos deu muito nos últimos anos, também na Liga dos Campeões, que é o Marchesín. O Diogo Costa começou a jogar com o Marchesín em condições e depois é a semana de trabalho que me vai dizer por quem opto, mas o Cláudio Ramos e o Francisco Meixedo também fazer parte do nosso lote de guarda-redes”.

Veja aqui a conferência de imprensa na íntegra.

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.