FCP logo
0

Jorge Nuno Pinto da Costa aborda o “modus operandi” da imprensa numa Página do Presidente dedicada aos vencedores da Dobradinha e aos vencedores da “silly season”

Chegado o verão arranca a “silly season”, “o tempo das estupidezes”. É precisamente esse “modus operandi” da imprensa - “para tentar alimentar e ser alimentada pelo que julgam ser a maioria dos adeptos”, que transforma “os campeões em descampeões e os descampeões em campeões” - o tema abordado por Jorge Nuno Pinto da Costa na revista Dragões de junho.

Na página que assina, o presidente começa por constatar o que deveria ser o óbvio em Portugal, mas que por estes dias não o tem sido. “Existe uma equipa que se encontra numa situação desportiva em que todas as outras gostariam de estar” e essa “é o FC Porto, o campeão do que interessa”. Mas, com a tamanha “lata de alguns”, esta realidade é invertida, pelo que “neste momento o FC Porto já é descampeão, porque alegadamente está a perder o ‘campeonato’ do mercado”.

Tal cenário apenas se verifica em Portugal, já que a “melhor imprensa internacional, que não tem paixões em relação ao futebol português” classifica o FC Porto como um “exemplo por ter um modelo de negócio claro há muitos anos: formar ou comprar barato e depois tentar vender caro”.

O dirigente máximo portista encerra o seu espaço mensal com um exemplo bastante atual e referente aos últimos cinco anos em que Sérgio Conceição comandou a equipa. “O FC Porto nunca foi campeão da silly season e foi sempre atacado pelos mesmos e com os mesmos argumentos: vendia mal, contratava mal e tinha um plantel com pouca qualidade, enquanto os rivais de Lisboa estavam prontos para temporadas extraordinárias”, lembra Pinto da Costa, antes de concluir: “No final dessas épocas, o FC Porto ganhou mais vezes do que os outros e ganhou o que interessa: o campeonato a sério, que dá uma taça verdadeira, daquelas que vão para os museus”.

A lição está bem estudada, não fossem já 40 os anos de sucessos, e a garantia dada pelo mais longevo e titulado dos presidentes não deixa margem para dúvidas: “Enquanto muitos se distraem a enterrar-nos, vamos trabalhando para conseguir daqui a um ano o que conseguimos ainda há um mês. E para que voltem a fazer de nós descampeões, mesmo sendo campeões”.

A mais recente revista Dragões já se encontra disponível online e estará, em breve, nas FC Porto Stores.

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.