FCP logo
0

FC Porto enfrenta o emblema italiano esta noite (20h00), na 1.ª mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões

O FC Porto regressa à Liga dos Campeões para o embate diante da Roma, em Itália, a contar para a 1.ª mão dos oitavos de final da prova. Os Dragões querem continuar a excelente caminhada na liga milionária, numa partida em que Sérgio Conceição voltará a pisar o relvado do Estádio Olímpico, onde brilhou com a camisola da Lazio.

Os azuis e brancos chegam a esta fase da competição depois de terem vencido o grupo D, com 16 pontos, igualando o máximo do clube registado na competição. Com cinco vitórias e um empate, o FC Porto bateu o Schalke 04, o Galatasaray e o Lokomotiv de Moscovo na luta pela liderança do grupo, apresentando o terceiro melhor ataque da prova, com 15 golos, apenas superado por PSG e Manchester City. Do outro lado do campo estará a Roma, adversário que conseguiu apurar-se para os oitavos de final no segundo lugar do grupo G, com nove pontos (três vitórias e três derrotas), atrás do Real Madrid, atual tricampeão europeu, e à frente do Viktoria Plzen e do CSKA de Moscovo.

No que toca ao confronto direto, é a equipa portista aquela que mais sorriu, uma vez que, nos quatro encontros disputados, os Dragões saíram vitoriosos por duas vezes, sendo que se registaram dois empates. Curiosamente, foi um jogador do FC Porto a marcar o único golo da Roma nos duelos anteriores. Foi o desvio de Felipe para a própria baliza que garantiu o empate dos romanos no Dragão (1-1), nos playoffs de acesso à Liga dos Campeões, em 2016, mas o defesa acabou por se redimir uma semana depois, no Olímpico, ao apontar um dos três golos sem resposta (3-0) que ditaram o apuramento dos azuis e brancos para a fase final da prova. Os outros confrontos foram disputados em 1981, na segunda ronda da Taça das Taças. Os golos de Walsh e Costa sentenciaram a eliminatória no Estádio das Antas (2-0), antes de um nulo em Itália (0-0).

Este encontro também marca o regresso de Sérgio Conceição à capital italiana, local onde é idolatrado, ainda que seja apenas no lado azul da cidade. O antigo jogador da Lazio volta a um país onde fez grande parte da carreira, agora na condição de treinador. É no banco de suplentes que encontra Eusebio Di Francesco, técnico da Roma, que foi adversário recorrente do treinador dos Dragões na sua etapa em Itália. Este será o primeiro jogo entre os dois após o adeus aos relvados, partida que permitirá desempatar o histórico de confrontos enquanto jogadores. Foram três vitórias para cada lado, registando-se um empate, num historial igualado dentro de campo, mas que não se compara aos troféus conquistados por ambos durante esse período, que é claramente favorável ao treinador português. Uma análise elaborada na edição 386 da Revista Dragões, que pode ver ao pormenor aqui.

No Olímpico de Roma, o FC Porto vai reencontrar Iván Marcano, que trocou a cidade invicta pela capital italiana no verão. A nova aventura do espanhol não tem sido muito positiva, com apenas oito jogos disputados até ao momento. Marcano tornou-se no quinto jogador a vestir a camisola dos dois clubes, depois de Alenichev, Iturbe, Osvaldo e José Ángel.

O Roma-FC Porto pode ser acompanhado em tempo real no Portal do FC Porto, na App, no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Porto Canal. No fim, far-se-á a análise da partida no Porto Canal e também no Portal do FC Porto, com a crónica e as declarações do treinador e de outros intervenientes.

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.