0

Os jogadores do FC Porto salientaram a solidez defensiva e o trabalho coletivo dos azuis e brancos, no triunfo diante do Vitória de Setúbal (2-0) para a 22.ª jornada da Liga

O FC Porto venceu, este sábado, o Vitória de Setúbal (2-0), em jogo relativo à jornada 22 do campeonato. Após a partida, Manafá (eleito MVP do encontro), Alex Telles e Herrera vincaram o trabalho defensivo da equipa portista, que permitiu dominar o embate do primeiro ao último minuto.

Manafá
“Trabalho todos os dias para ter uma oportunidade. Felizmente, tive a oportunidade hoje, e conseguimos sair vitoriosos. O FC Porto joga todos os jogos para ganhar. A equipa não facilitou desde o primeiro minuto e conseguiu o triunfo. Entrar no onze foi fácil, porque desde o primeiro dia que os meus colegas me trataram bem, eles ajudaram-me a integrar no grupo. Hoje foi o meu primeiro jogo a titular e tudo se tornou mais fácil graças aos meus colegas.”

Telles
“Estou feliz com a minha exibição, mas fico mais contente com a vitória. O grupo precisava, depois de não vencer há três jogos. Mostrámos, em frente dos nossos adeptos, que estámos confiantes. O importante era vencer, e vamos para casa com o dever cumprido. Estamos aqui para ajudar o FC Porto e dar o nosso máximo para que possamos sair do jogo com uma vitória. Não houve muito perigo perto da nossa baliza, demonstrámos equilíbrio e uma solidez defensiva muito boa, algo que o mister queria muito. O Manafá chegou e mostrou logo qualidade. Independentemente de quem joga a lateral direito, o grupo sabe que esse jogador dará conta do recado. Isso só demonstra que estamos unidos e que vamos até ao fim para conquistar o título, que é o nosso objetivo.”

Herrera
“Sabíamos que vínhamos de alguns resultados menos positivos, por isso era essencial vencer hoje. Se queríamos continuar na liderança, tínhamos de dar uma resposta positiva neste jogo. A equipa entrou bem, fez um bom jogo e concretizou o objetivo de somar os três pontos. Temos sofrido com as lesões, mas o grupo é muito forte. Quem entra, entra bem e para ajudar, isso demonstra a grande família e o grande grupo que somos. Esperemos que a lesão do Danilo não seja nada de grave. O Óliver entrou bem, como sempre, pois tem muita qualidade. Todos trabalham para ajudar a equipa quando forem chamados. Não olhamos para os outros, estamos preocupados com o nosso trabalho e com os nossos objetivos.”

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.