FCP logo
0

Marchesín fala de um "momento muito lindo" na carreira depois de se tornar jogador do FC Porto até 2023

Oficializado esta sexta-feira como reforço do FC Porto, tendo assinado com o clube um contrato válido para as próximas quatro temporadas, até 2023, Marchesín já esteve no “incrível” Estádio do Dragão com a camisola número 32. O guarda-redes internacional argentino, de 31 anos e 1,88m, deixou o América do México para jogar na Europa pela primeira vez. “Venho para fazer as coisas bem e para deixar tudo em campo”, garante “Marche”, o nome que terá nas costas sempre que defender a baliza portista.

Felicidade e ambição
“Estou muito feliz por ter esta oportunidade. A verdade é que é um momento muito lindo na minha carreira. Quero aproveitar esta oportunidade ao máximo e sei o que significa este clube. Venho para o FC Porto com muita ambição.”

Um autorretrato
“Trato sempre de colocar toda a paixão no jogo. Sou um jogador com muita garra, apesar da posição que ocupo no campo. Sou muito temperamental, com o desejo de fazer sempre as coisas bem. Sempre digo que um jogador tem de jogar como um adepto. Sempre me comportei da melhor maneira e espero que aqui também seja assim.”

Objetivos individuais e coletivos
“Quero triunfar no FC Porto e com o FC Porto. Sei da qualidade que há no plantel, sei o que significa este clube em Portugal e na Europa. Este é um clube grande e os objetivos são altos. Aqui só se pensa em ganhar e vamos com tudo. O FC Porto luta por todos os títulos e é para isso que aqui estou. Sei que o FC Porto é um clube ganhador e ambicioso, o que é muito importante para se atingir os objetivos. Oxalá possamos formar um grupo muito forte.”

O amigo Saravia
“Renzo é uma grande pessoa que conheci na seleção e estou muito contente por estar aqui com ele e com o resto do grupo. Falou-me muito bem do clube e isso é muito importante.”

O desejo de jogar no FC Porto
“Sabia que vir para o FC Porto era uma oportunidade muito linda na minha carreira e quero aproveitá-la ao máximo. Sei o que significa jogar numa equipa assim pois tenho a sorte de vir do América, uma equipa grande no México. Venho para fazer as coisas bem e para deixar tudo em campo.”

O treinador Sérgio Conceição
“Quero aprender com a sua experiência e sei que é um treinador com muita paixão pelo que faz. É muito parecido com aquilo que sou na minha posição, apesar de serem coisas distintas. Venho com muito respeito e com vontade de aprender e de crescer como jogador de futebol, bem como de ajudar a equipa a atingir os objetivos.”

O Estádio do Dragão
“Estar aqui dá-me ainda mais vontade de jogar com este estádio cheio. Vou trabalhar duro para chegar no meu melhor a todos os jogos. O Estádio do Dragão é incrível.”

O número 32
“É um número diferente para mim, pois sempre estive habituado ao 1, mas entendo que está ocupado. Falei com a minha família sobre o número 32 e agradou-lhes, por isso escolhi o 32.”

Mensagem para os adeptos
“Obrigado por esta oportunidade, sobretudo às pessoas do clube que confiaram em mim. Aos adeptos digo para confiarem em mim, pois vou dar tudo para fazer as coisas bem neste clube. É uma felicidade muito grande poder vestir esta camisola e poder defendê-la com muita paixão dentro do campo.”

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.