FCP logo
0

Projeto nasceu no campo da Constituição e já se espalhou por mais de 23 escolas

A Dragon Force celebra, esta sexta-feira, 11 anos de existência, tendo vindo, ano após ano, a cimentar a sua importância no universo do FC Porto, como uma trave mestra na formação desportiva de todas as crianças e jovens que por lá passaram.

Partindo do campo da Constituição, onde foi instalada a primeira escola, a Dragon Force espalhou-se por Portugal e pelo mundo. Hoje, são mais de 23 escolas em solo português espalhadas por oito distritos, além da região autónoma da Madeira.

Escolas em Portugal:

- Distrito do Porto – Constituição, Colégio do Rosário, Foz, Colégio Novo da Maia, Gondomar, Colégio de Ermesinde, Valadares, Grijó, Penafiel e Marco de Canaveses;

- Distrito de Braga: Famalicão e Braga;

- Distrito de Viana do Castelo: Viana do Castelo;

- Distrito de Viseu: Viseu centro;

- Distrito de Bragança: Torre de Moncorvo;

- Distrito de Aveiro: Rio Meão e Aveiro centro;

- Distrito de Lisboa: Belém, Oeiras, Cascais e Sacavém;

- Distrito de Faro: Almancil;

- Região Autónoma da Madeira: Funchal, Machico e Caniço.

 

A nível internacional, a Dragon Force está na Colômbia, em Bogotá (pretende, já no próximo ano, alargar o conceito a outras cidades), e também em Valência, Espanha, tendo, no ano passado, renovado o contrato para mais seis anos de parceria.

São, ainda, vários os clubes e escolas de futebol internacionais que procuram desenvolver as capacidades dos seus atletas através dos Clinics e Camps Dragon Force. Só no ano passado, cerca de 4000 crianças tiveram a oportunidade de vivenciar experiencias de futebol com a Dragon Force.  

Hoje, nas escolas Dragon Force, são mais de 6000 crianças que, todos os dias, tem a possibilidade de desenvolver as suas competências para jogar futebol com os treinadores do FC Porto. Para além da formação dos seus alunos, a Dragon Force promove também a formação dos seus treinadores e de todo o seu staff. Em 11 anos, foram mais de 195 os alunos que se transformaram em atletas do futebol de formação do FC Porto e foram mais de 30 profissionais que passaram do projeto Dragon Force para outras áreas dentro do clube.

Na ultima época 34% dos atletas no futebol de formação do FC Porto, até aos 17 anos, eram oriundos das escolas de futebol Dragon Force.

Ricardo Ramos, diretor executivo da Dragon Force, vê no trabalho de grupo e na atenção a todos os detalhes os segredos para o sucesso.

“Quando transmitimos aos nossos treinadores e staff que seremos sempre mais fortes se formos capazes de colocar a aprendizagem dos nossos alunos à frente de qualquer ambição pessoal; quando, felizmente, temos pessoas muito competentes e que são apaixonadas por aquilo que fazem; quando temos coordenadores responsáveis e ambiciosos que querem sempre fazer da sua a melhor escola Dragon Force do País; quando temos serviços desportivos com nutricionistas, psicólogos, mediadores socioeducativos e fisioterapeutas muito dedicados e atentos a tudo o que pode prejudicar a performance dos nossos alunos e que estão diariamente em articulação com os coordenadores e treinadores, faz com que tudo o que preconizamos seja realmente mais fácil de atingir. Mas tudo o que fizemos até hoje faz parte de um processo de formação contínuo, no qual o FC Porto não procura resultados imediatos, mas sim a longo prazo”, comenta.

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.