FCP logo
0

Poka perspetiva a deslocação a Tomar, da 10.ª jornada do campeonato de hóquei em patins

O calendário não dá tréguas à equipa de hóquei em patins do FC Porto que, este domingo (15h00, A Bola TV), volta a entrar em pista para disputar a décima ronda do campeonato. Na antecâmara do embate no reduto do Sporting de Tomar, Poka considera que as três vitórias consecutivas dos Dragões “são o culminar de um processo” de assimilação “dos novos jogadores e de novas formas de jogar”. “A pista, por si só, é um obstáculo. É uma pista que tem as dimensões máximas, o que torna o jogo mais complicado para quem não está habituado”, acrescenta o número 18 dos campeões nacionais. O internacional português relembra que a Oliveirense, “um dos candidatos ao título” saiu derrotada do Pavilhão Municipal de Tomar, facto que deixa os portistas de sobreaviso: “Vamos ter que fazer o nosso trabalho, sempre unidos como equipa e sólidos”.

Período de adaptação concluído
“Acho que estas três vitórias são o culminar um processo que nós temos passado e ultrapassado. Faz parte, é o assimilar dos novos jogadores e de novas formas de jogar hóquei. Da parte dos atletas que já cá estavam, tentámos minimizar essa adaptação, ajudando e colaborando com eles, e agora estamos a colher os frutos.”

Ambiciosos e humildes em busca da vitória
“A pista, por si só, é um obstáculo. É uma pista que tem as dimensões máximas, o que torna o jogo mais complicado para quem não está habituado. Sabemos disso, sabemos que a Oliveirense, um dos candidatos ao título, já lá perdeu três pontos e nós vamos ter que fazer o nosso trabalho, sempre unidos como equipa e sólidos. Estamos a consolidar os nossos processos e temos a nossa dose de ambição e de humildade, que também são necessárias para trazer os três pontos.”


    Ver Mais

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.