FCP logo
0

Médio internacional português, de 28 anos, é um dos capitães do FC Porto

Sérgio Oliveira estendeu até 2025 o contrato que o liga ao FC Porto. O centrocampista de 28 anos, que integra o lote de capitães dos Dragões, soma sete golos e três assistências na presente temporada. Nos anos anteriores, o camisola 27 foi figura de destaque na conquista de dois títulos nacionais, uma Taça de Portugal e uma Supertaça Cândido de Oliveira sob o comando de Sérgio Conceição.

Natural de Paços de Brandão, Sérgio Oliveira chegou ao FC Porto, pela primeira vez, em 2002, e esteve ligado aos azuis e brancos durante mais de uma década. Após dois anos em Paços de Ferreira, ao serviço dos castores, regressou à casa mãe e logo assinou três remates certeiros em 18 jogos na temporada 2015/16. Desde então, foi cedido ao Nantes, do campeonato francês, e fez o trajeto de volta à Invicta com Sérgio Conceição.

Na segunda metade de 2018/19, rumou por empréstimo a Salónica, para representar o PAOK, antes de se fixar como um elemento-chave do onze portista. O menino que, um dia, se havia tornado no atleta mais jovem de sempre a alinhar pela equipa principal dos Dragões é, agora, o subcapitão do FC Porto e renovou o vínculo que o liga ao clube do coração até 2025.

A renovação com o FC Porto
“É um orgulho imenso. É um prestígio representar um clube desta dimensão. Sinto uma felicidade imensa por prolongar o meu vínculo com o FC Porto. Estou neste clube há 19 anos e estendi por mais alguns. É um motivo de grande orgulho para mim.”

Um exemplo para a formação portista
“A carreira de um futebolista nem sempre é fácil. Vão haver momentos altos e momentos baixos, mas o mais importante é nunca baixar os braços, dar sempre o melhor todos os dias, em todos os momentos, dentro e fora de campo, e ter um sentido de responsabilidade por envergar a camisola de um clube mundialmente conhecido, com muitos títulos. O sonho só se consegue com trabalho.”

O momento atual
“Acredito que é um momento importante, mas não quero ficar por aqui. Espero que este início culmine com títulos para o FC Porto. Temos que nos manter focados nisso, não no individual mas no coletivo, e na grandeza deste clube. Temos que estar sempre no nosso máximo para garantir que damos o nosso melhor em prol do clube.”

Venham mais golos e mais títulos
“O golo que fiz ao Benfica teve um sentimento especial. Foi num momento importante para nós também, mas não quero eleger o meu melhor golo pelo FC Porto porque espero fazer ainda mais. Bonitos ou feios, são golos. Tenho a certeza que vamos conquistar títulos juntos, porque juntos seremos sempre muito mais fortes.”

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.