FCP logo
0

Estádio do Dragão é o primeiro no mundo inclusivo para daltónicos, com o código ColorADD

O FC Porto volta a ser pioneiro na implementação de boas práticas de acessibilidade e comunicação universal, desta feita através do código ColorADD. O Estádio do Dragão é o primeiro estádio no mundo a implementar o código de cores para daltónicos.

Este sistema vem ajudar todos os que têm dificuldade em distinguir ou identificar cores e pode sentir-se limitado no acesso ao estádio, reforçando a aposta do clube em tornar as suas infraestruturas inclusivas.

A inclusão pela cor é mais um eixo importante do trabalho de sustentabilidade desenvolvido no FC Porto. Sempre atento à inovação, conforto e segurança do público no Dragão, bem como a uma “experiência de dia de jogo acessível”, o FC Porto aposta numa solução que se conjuga com a agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.
 

Teresa Santos, responsável pela área de Sustentabilidade do FC Porto, destaca isso mesmo: “Este é um sistema que visa a inclusão não discriminatória e nos ajuda a promover oportunidades iguais de acesso a um evento como um jogo de futebol, que desperta a atenção de tanta gente. Nesta primeira fase, o código ColorADD está aplicado nos parques de estacionamento, que estão organizados por cores, e também nos coletes de treinos dos principais escalões. O objetivo seguinte será incluir o código ColorADD em todos os restantes suportes em que a cor é fator de distinção”.

O ColorADD é um sistema de identificação de cores para daltónicos, uma linguagem universal que representa as 3 Cores Primárias - Azul, Amarelo e Vermelho - através de símbolos gráficos. Com base no conceito de “Adição de Cor” os Símbolos podem relacionar-se entre si e toda a paleta de cores ser graficamente identificada.

O código foi criado pelo portuense Miguel Neiva, que não esconde a satisfação por ver o seu trabalho implementado no FC Porto.

“Confesso que, hoje, estou “penta” feliz, porque o ColorADD chega agora aos Clubes pela mão do FC Porto; porque é o Clube do meu coração; porque é o primeiro Clube no mundo a adotar esta solução universal e inclusiva no seu estádio; porque é na minha cidade, onde também nasceu o ColorADD e porque estou seguro que esta boa prática levará ainda mais alto o nome do Clube, da Cidade e do País aos quatro cantos do mundo”, explicou.

A esperança do seu criador é que este impulso dado pela presença no Estádio do Dragão possa fazer despertar consciências para um problema nem sempre devidamente valorizado e que pode ter uma solução simples e eficaz.

O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.