FCP logo
0

Antigo craque portista está de regresso ao banco dos “bês” azuis e brancos, onde esteve entre 2016 e 2018

António Folha é o novo treinador do FC Porto B. Este é, de resto, um regresso de António Folha à liderança dos jovens Dragões, pois foi treinador do FC Porto B entre 2016 e 2018, anos em que conquistou duas edições da Premier League International Cup (2016/17 e 2017/18), isto já depois de ter conduzido a equipa de Sub-19 a dois títulos nacionais consecutivos (2014/15 e 2015/16). António Folha já orientou o treino dos azuis e brancos nesta quarta-feira. A nova equipa técnica do FC Porto B vai estrear-se oficialmente no próximo domingo (11h15, Sport TV), no Estádio do FC Vizela, em jogo da 19.ª jornada da Liga Portugal 2.

Orgulhoso pelo regresso
“É com muito orgulho que estou de regresso, pois fui muito feliz aqui. Sabemos que queremos dar continuidade a um projeto aliciante, apesar de as coisas não estarem a correr como gostaríamos. Temos de tentar ultrapassar as dificuldades rapidamente e continuar a fazer aquilo que sempre fizemos enquanto equipa técnica aqui no FC Porto, que é fazer evoluir os jogadores e a equipa para ultrapassarmos rapidamente esta situação.”

Saudades do treino e da competição
“Para um apaixonado pelo futebol como eu, já tinha saudades, confesso. Estive de fora, mas a trabalhar, atenção, a reunir o máximo de informação para juntar às minhas ideias para as minhas equipas. Temos muito potencial no nosso plantel e há que dar continuidade ao trabalho, mas principalmente levantar o ânimo aos jogadores, pois temos de dar tudo por este clube. Essa tem de ser a filosofia e vou ser implacável nisso. Podemos nem sempre ser melhores do que o adversário, mas para nos ganharem, não pode ser fácil. Vamos ter que querer muito para conseguirmos ultrapassar a situação em que estamos.”

Um plantel com talento e qualidade
“As equipas bês estão recheadas de talentos e de jogadores com muita capacidade e o FC Porto não foge à regra. Tem muito talento nas suas equipas. Vi alguns jogos do FC Porto B e é mentira se alguém disser que não existe talento. Há que conciliar esse talento com organização e potenciar ao máximo a equipa. Isso permite-lhe disputar os jogos de uma forma mais sólida.”

O futuro é o jogo em Vizela
“As perspetivas neste momento são apenas o jogo com o Vizela. Não podemos pensar mais à frente do que isso. Sabemos onde estamos e como estamos. Queremos chegar a Vizela e sermos competentes para disputar o jogo cara a cara sem ter medo de perder. Não podemos olhar para um futuro longínquo pois as coisas estão difíceis neste momento. Temos de limar algumas arestas para que não aconteçam tantos erros que custam pontos. Sabemos que vamos ter um jogo difícil em Vizela, frente a uma equipa que para mim é a revelação da Liga Portugal 2.”

Um treinador sempre a aprender e a melhorar
“Cada dia que passa sou um treinador melhor, pois aprendo com os meus jogadores e com o que vou assimilando. Sinto-me mais preparado nesta altura, pois tive experiências duras mas enriquecedoras. Não sei se vou ganhar mais vezes, mas sinto-me mais preparado.”

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.