FCP logo
0

Golos de Toni Martínez, Mehdi Taremi e Marko Grujic selaram a vitória frente ao Famalicão (3-2), na 30.ª jornada da Liga

O FC Porto recebeu e venceu o Famalicão (3-2), em jogo da 30.ª jornada. Toni Martínez (8m), Mehdi Taremi (60m) e Marko Grujic (75m) marcaram para os portistas e construíram a vitória que permite aos Dragões chegarem aos 70 pontos no campeonato nacional e manterem-se na segunda posição da tabela classificativa.

No final de mais uma semana a(normal) no futebol português, o FC Porto voltou ao Estádio do Dragão sem Sérgio Conceição no banco de suplentes e com quatro novidades de início. Além da estreia de Francisco Conceição a titular, integraram o onze azul e branco Diogo Leite, Grujic e Toni Martínez. 

Num 4-4-2 com novas nuances, em que o lateral direito (Corona) atacava por terrenos interiores, deixando o espaço exterior para o extremo (Francisco Conceição), o ataque começou a ser construído com três homens, tendo descido o médio mais defensivo (Grujic) para dar soluções aos centrais. As alterações táticas causaram efeito imediato e, aos oito minutos de jogo, o FC Porto já estava na frente do marcador, com um passe “a rasgar” de Corona para Taremi, que amorteceu de cabeça para Toni Martínez. O espanhol, isolado na zona da marca de grande penalidade, fuzilou Luiz Júnior e adiantou os Dragões na partida. A etapa inaugural começou de feição para os portistas, mas a lesão de Corona (17m) obrigou a uma substituição forçada e o golo famalicense, de livre, em cima do intervalo, devolveu o destino do jogo ao ponto de partida. 

Após o interregno, os portistas, à semelhança do que havia acontecido na primeira parte, entraram melhor, dominaram o jogo e chegaram ao golo à passagem do minuto 60. Taremi antecipou-se a Diogo Queirós na área visitante, sofreu falta e cobrou, com sucesso, a grande penalidade consequente.  Passado um quarto de hora, na cobrança de um livre direto à direita da área do Famalicão, Otávio cruzou o esférico e Grujic, de rompante, finalizou ao segundo poste, tendo atirado cruzado, sem hipótese para Luiz Júnior. O Famalicão, no tempo de compensação, ainda reduziu por Anderson, mas o desfecho da partida estava selado. Foram três os golos que garantiram os três pontos que asseguram o segundo posto antes do clássico da próxima quinta-feira, diante do Benfica (18h30, BTV).

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.