FCP logo
0

Entrevista a Zaidu faz manchete na edição de maio de revista Dragões

A mais recente edição da revista oficial do FC Porto já se encontra disponível e com ela traz uma grande entrevista a Zaidu. Em exclusivo à Dragões, o lateral canhoto revelou que quando chegou a Portugal pela primeira vez fê-lo equipado à FC Porto para assinar pelo Gil Vicente. “Estava em casa e vesti a camisola do FC Porto, porque gosto muito do FC Porto já desde os tempos em que vivia na Nigéria”, confidenciou o defesa de 23 anos.

No país natal, Zaidu vibrava a ver jogos da Liga dos Campeões na televisão e admirava Pepe, uma lenda do futebol com quem nunca imaginou vir a interagir, quanto mais a partilhar o balneário: “Como é que falei com um jogador como o Pepe, que via na televisão quando eu vivia na Nigéria? Na primeira vez em que joguei contra ele, ele disse-me: «És muito bom Zaidu, vais chegar longe»”.

De Jega para Mirandela e dos Açores para o Porto, a evolução da carreira de Zaidu tem sido exponencial e a felicidade do nigeriano tem acompanhado esse crescimento. As doze páginas da conversa com a Dragões são prova disso e de muitos mais episódios que o veloz lateral fez questão de não guardar para ele próprio.

No passado dia 23 de abril, Jorge Nuno Pinto da Costa completou 39 anos na presidência do FC Porto. Para o assinalar, o número 414 da publicação oficial do clube relembra-lhe a história e o palmarés do dirigente mais titulado da história do desporto-rei. Também Sérgio Conceição atingiu uma marca redonda digna de realce: frente ao Nacional, na Choupana, o treinador campeão nacional atingiu a centena de vitórias na Liga e a revista do FC Porto passou a pente fino os dados estatísticos do técnico portista no campeonato. 

Viena, Sevilha, Gelsenkirchen e Dublin são páginas de ouro da história azul e branca e são tema do trabalho “Pretérito mais que perfeito”. Aí, a mais recente edição da Dragões recorda as alegrias vividas pela Nação Porto nos meses de maio de 1987, 2003, 2004 e 2011.

O Dragões Diário comemorou o sexto aniversário e a efeméride merece espaço no número 414 da publicação mensal do emblema da Invicta. De 2015 a 2021 o Sol deu seis voltas à Terra e o mundo teve sempre espaço no “DD”. Enviados mais de 50 milhões de e-mails, é tempo de fazer um breve rescaldo da newsletter do FC Porto.

Também a temporada da AJM/FC Porto é digna de destaque. Finalmente campeãs nacionais, depois de a pandemia lhes ter impedido a consagração, as voleibolistas azuis e brancas “transpiraram felicidade” e a entrega dos troféus conquistados pelas craques no Museu do FC Porto foi um exemplo disso mesmo.

Há três anos teve início a metamorfose do andebol do FC Porto. Com o anúncio da contratação de Magnus Andersson, em abril de 2018, a secção viria a sofrer uma enorme transformação e não há melhor prova disso do que os números. Em “Três anos a jogar à sueca”, a Dragões sumariza as estatísticas que fazem de Magnus um dos melhores treinadores do planeta andebolístico.

Para o fim, mas não menos importantes, ficam uma entrevista a Garrett Nevels e uma projeção da Liga Europeia. Em declarações à Dragões, o base/extremo norte-americano garante: “Temos o que é preciso para sermos campeões”. Já o reencontro com a Oliveirense, na fase a eliminar da “Champions” de hóquei em patins - a disputar este mês no Luso -, será uma oportunidade de ouro para o conjunto de Guillem Cabestany atingir a tão desejada final da Liga Europeia, troféu que teima em escapar ao FC Porto há mais de três décadas.

A edição 414 da Dragões chegará, brevemente, às FC Porto Stores. Até lá, encontra-se disponível na sua versão digital. É fácil e gratuito.

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.