FCP logo
0

FC Porto B venceu no reduto do SC Covilhã (2-1) e somou a primeira vitória na Liga Portugal 2

O primeiro triunfo da equipa B do FC Porto foi inteiramente merecido e muito saboroso. Os comandados de António Folha começaram a perder na manhã deste domingo no sopé da Serra da Estrela mas mostraram a maturidade e qualidade suficientes para darem a volta ao figurino. Com dois belos golos, da autoria de Bernardo Folha e de Danny Loader - no último minuto -, o FC Porto B superiorizou-se ao SC Covilhã e somou três preciosos pontos na quarta ronda da Liga Portugal 2.

Com o mesmo onze que havia apresentado frente ao Nacional, na última jornada, o FC Porto B entrou com o pé esquerdo e o SC Covilhã aproveitou. O bom arranque dos serranos foi confirmado ao 11.º minuto com o 1-0 a ter a assinatura de Diogo Almeida. Apesar de estarem em desvantagem, os jovens Dragões não se deixaram abater e reergueram-se em busca do empate. Gonçalo Borges, o mais inconformado dos portistas, ia criando várias situações de perigo e, aos 23 minutos, só o travessão o impediu de faturar. Mas o 1-1 viria a surgir pouco depois. Bernardo Folha recebeu a bola em zona frontal e não se fez rogado, disparando um potente remate com o pé esquerdo que o guardião adversário foi incapaz de travar. Até ao intervalo, os bês azuis e brancos mantiveram o pé no acelerador e tinham na dupla Bernardo/Gonçalo as duas principais armas ofensivas.

No regresso das cabines para o segundo tempo, António Folha e Wender mantiveram os mesmos 22 em campo e a toada da partida também continuava intacta, já que ambos os conjuntos se mostravam insatisfeitos com o resultado e seguiam em busca dos três pontos. A primeira alteração surgiu para lá da hora de jogo, quando Danny Loader rendeu Sebastian Soto no eixo do ataque visitante. Pouco depois, Zé Pedro esteve perto de cabecear para o fundo das redes da casa e Rodrigo Valente entrou para a vaga do amarelado Bernardo Folha. Até ser substituído - juntamente com Tomás Esteves, para dar lugar a João Peglow e Levi Faustino - Gonçalo Borges era o principal elemento desequilibrador da formação B azul e branca. Nos derradeiros minutos do encontro, com os jovens Dragões estavam definitivamente instalados no meio campo adversário, fez-se justiça no marcador. Numa execução de alto gabarito, Danny Loader mostrou toda a sua agilidade e consumou a reviravolta em cima apito final.

“Estou muito contente. Ganhar a este SC Covilhã não é fácil. É uma equipa muito competente, com jogadores experientes e que dificultou muito o nosso trabalho. A minha equipa foi brava, soube sofrer quando teve de sofrer e jogou sempre à procura de poder ganhar, que é o que eu peço todos os dias. O segredo é o trabalho, a confiança e passar-lhes uma mensagem positiva para eles crescerem. Na semana passada sofremos depois dos noventa, hoje foi muito perto. É o futebol. Só quem não anda no futebol é que não sofre nem marca depois dos noventa. Tudo pode acontecer até ao último segundo. Hoje fomos nós, num lance bem construído. Na semana passada perdemos, mas hoje demos uma boa resposta contra uma equipa excecional. Dos melhores Covilhãs que eu já vi na Segunda Liga”, declarou António Folha após o término do jogo.

A equipa B do FC Porto volta a entrar em campo no fim de semana de 11 e 12 de setembro para defrontar o Mafra no Olival.

FICHA DE JOGO

SC COVILHÃ-FC PORTO B, 1-2

Liga Portugal 2, 4.ª jornada
29 de agosto de 2021
Estádio José Santos Pinto, na Covilhã

Árbitro: Flávio Lima
Assistentes: Carlos Covão e Vasco Marques
Quarto árbitro: Sérgio Guedelho

SC COVILHÃ: Léo; Jean Filipe, André, Héliton, David Santos, Jorge Vilela, Gilberto (cap.), Arnold, Ahmed Isaiah, Jô e Diogo Almeida
Substituições: Arnold por Tiago Moreira (77m), Jorge Vilela por Ryan Teague (77m), Jô por Ricardo Vaz (84m), Ahmed por Lucas Barros (89m) e Diogo Almada por Medeiros (89m)
Não utilizados: Bruno, Felipe Dini, Joel Vital e Thiago
Treinador: Wender

FC PORTO B: Ricardo Silva; Tomás Esteves, João Marcelo, Zé Pedro, João Mendes, Mor Ndiaye, Samba Koné, Bernardo Folha, Gonçalo Borges, Silvestre Varela (cap.) e Sebastian Soto
Substituições: Sebastian Soto por Danny Loader (64m), Bernardo Folha por Rodrigo Valente (71m), Tomás Esteves por Levi Faustino (83m) e Gonçalo Borges por João Peglow (84m)
Não utilizados: Ivan Cardoso, Romain Correia, Vasco Sousa, Wesley e Leonardo Borges
Treinador: António Folha

Ao intervalo: 1-1
Marcadores: Diogo Almeida (11m), Bernardo Folha (28m) e Danny Loader (90m)
Disciplina: cartão amarelo a João Marcelo (20m), Samba Koné (61m), Jean Felipe (66m) e Bernardo Folha (69m)

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.