FCP logo
0

FC Porto B perdeu por 4-2 no terreno do Desportivo de Chaves

A exibição da equipa B do FC Porto na tarde deste domingo no reduto do Desportivo de Chaves teve duas caras. Em jogo relativo à sexta ronda da Liga Portugal 2, os bês portistas entraram bem e consolidaram a superioridade apresentada no primeiro tempo com uma vantagem confortável ao intervalo (0-2). Só que, numa segunda parte terrível, os comandados de António Folha sofreram quatro golos e deitaram fora o esforço despendido nos 45 minutos inaugurais. O resultado final de 4-2 impossibilitou os jovens Dragões de somarem a terceira vitória consecutiva e de somarem o primeiro triunfo no Municipal Eng.º Manuel Branco Teixeira.

Com apenas uma alteração em relação ao onze que havia batido o Mafra na ronda anterior, a saída de Bernardo Folha - que cumpriu noventa minutos ao serviço dos Sub-19 em Madrid – para a entrada de Rodrigo Fernandes, o encontro principiou e o primeiro sinal de perigo pertenceu ao Desportivo de Chaves. Mas a resposta do FC Porto B não se fez esperar e, após lance confuso na área contrária, a bola passou perto do poste da casa. Aos vinte minutos surgiu mesmo o 1-0: bom trabalho de Gonçalo Borges sobre a esquerda, que atrasou para Varela e este descobriu Samba Koné em posição privilegiada para encostar para o fundo das redes. Também em posição privilegiada, Rodrigo Fernandes recebeu a bola na área cinco minutos depois, mas atirou à figura de Samu. Despreocupados, os flavienses iam obrigando os defesas portistas a cuidados redobrados e, aos 28 minutos, só o poste travou o remate de João Mendes. Já perto do descanso surgiu o momento da jornada. Endiabrado, Gonçalo Borges sentou um defesa transmontano e puxou a culatra atrás para disparar um míssil de longa distância que só parou no fundo da baliza do Chaves. 

Ambos os conjuntos regressaram das cabines com os mesmos intervenientes e no arranque do segundo tempo viu-se uma versão revigorada do conjunto transmontano. Ao 52.º minuto, na sequência de um cruzamento sobre a direita, Batxi atirou ao travessão e, desta feita, João Mendes tirou a medida certa para fazer o 1-2. Logo a seguir, nas sobras de um lançamento de linha lateral, surgiu a igualdade. A reviravolta ficou consumada em menos de vinte minutos. Perante a passividade da defesa azul e branca, Adriano teve tempo e espaço para deixar Ricardo Silva em contrapé e bisar na partida. Perante o desenrolar dos acontecimentos, António Folha reformulou o meio-campo e lançou a dupla Bernardo/Vasco para os lugares de Rodrigo Fernandes e de Samba Koné. Dentro do derradeiro quarto de hora, João Mendes também voltou a faturar e elevou a contagem para 4-2. A três minutos dos noventa, João Peglow rendeu Gonçalo Borges.

“Os jogos não se ganham ao intervalo. Nós pensávamos que estava ganho, porque a equipa fez uma primeira parte fantástica, quase a roçar a perfeição. O Chaves tem uma bola no poste porque foi uma perda nossa e não me lembro de mais nenhuma oportunidade de uma grande equipa, que luta para subir e cheia de jogadores experientes. Na segunda parte não se pode pensar que está tudo feito. Não conseguimos pegar no jogo, deixámo-los crescer e, sabendo do poderio que eles têm, isso trouxe-nos consequências. Pagámos caro e não devia ter sido assim. Devíamos ter tido mais coragem para pegar no jogo na segunda parte, como fizemos na primeira.”, declarou António Folha após o apito final.

FICHA DE JOGO

DESPORTIVO DE CHAVES-FC PORTO B, 4-2
Liga Portugal 2, 6.ª jornada
19 de setembro de 2021
Estádio Municipal Eng.º Manuel Branco Teixeira, em Chaves

Árbitro: David Silva
Assistentes: Nuno Manso e Hugo Marques
Quarto árbitro: Rui Licínio

DESPORTIVO DE CHAVES: Samu, João Correia, Alexsandro, Nuno Coelho (cap.), Bruno Teles, Obiora, João Teixeira, João Mendes, Batxi, Adriano e Platiny
Substituições: Platiny por Juninho (68m), João Teixeira por Guima (68m), Batxi por Wellington (68m), Adriano por Bruno Langa (84m) e João Mendes por Kevin Pina (87m)
Não utilizados: Paulo Vítor, Campos, Patrick e Rocha
Treinador: Vítor Campelos

FC PORTO B: Ricardo Silva, Levi Faustino, João Marcelo, Zé Pedro, João Mendes, Mor Ndiaye, Rodrigo Fernandes, Samba Koné, Silvestre Varela (cap.), Gonçalo Borges e Danny Loader
Substituições: Rodrigo Fernandes por Bernardo Folha (70m), Samba Koné por Vasco Sousa (70m) e Gonçalo Borges por Peglow (85m)
Não utilizados: Ivan Cardoso, Romain Correia, Diogo Abreu, Diogo Ressurreição, Wesley e Leonardo Borges
Treinador: António Folha

Ao intervalo: 0-2
Marcadores: Samba Koné (20m), Gonçalo Borges (39m), João Mendes (52m) e Adriano (55m e 65m)
Disciplina: cartão amarelo a Levi Faustino (32m), Platiny (45m), Gonçalo Borges (83m), Wellington (83m) e Diogo Abreu (90+5m)

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.