FCP logo
0

Pepê estreou-se a marcar e Taremi e Luis Díaz bisaram na vitória frente ao Moreirense (5-0)

O FC Porto recebeu e goleou o Moreirense (5-0) na sexta jornada da Liga. Numa exibição de encher o olho, com especial destaque para a segunda parte, Taremi e Luis Díaz bisaram, e Pepê estreou-se a marcar pelos portistas.

Para a sexta jornada da Liga, o FC Porto entrou em campo com quatro jovens da formação no onze titular, entre os quais estava Diogo Costa, que completava o 22.º aniversário. Depois de dez minutos de equilíbrio, em que o Moreirense tentou espreitar qualquer abertura para chegar perto da baliza portista, o FC Porto assumiu as rédeas do jogo, tal como Sérgio Conceição havia pedido na conferência de imprensa de antevisão ao encontro, e partiu para cima dos Cónegos. Luis Díaz, aos 14 minutos, isolou-se e corria a caminho da baliza de Pasinato quando sofreu uma falta de Paulinho, não assinalada pelo árbitro, que o impediu de prosseguir para a área contrária. Aos 31 minutos, Taremi, quando ia controlar a bola já dentro da área para tentar faturar o primeiro dos Dragões, foi derrubado por Paulinho, António Nobre assinalou grande penalidade e o iraniano não vacilou no frente a frente com o guardião brasileiro. Estava aberta a contagem no placar e a vantagem era azul e branca. Até ao intervalo, Taremi ainda teve outra oportunidade de golo, que começou a ser construída do outro lado do campo, por Diogo Costa, com um pontapé longo para a equipa sair rápido, mas o remate do iraniano foi desviado pela defesa adversária. Soou o apito para o final dos 45 minutos e o FC Porto saía na frente para a etapa complementar.

Os Dragões entraram a todo o gás no segundo tempo e, logo aos 51 minutos, dilataram a vantagem no marcador. Após um mau alívio adversário, Fábio Vieira recuperou o esférico e assistiu Luis Díaz para o seu primeiro golo da noite. Já depois de Taremi ter visto o seu golo ser anulado aos 56 minutos depois de uma saída rápida azul e branca, foi pela mesma fórmula e com a dupla do segundo tento que se construiu o terceiro golo dos portistas frente ao Moreirense: Fábio Vieira saiu rápido com a bola colada no pé, largou para Luis Díaz, a flecha que aparecia pelo lado esquerdo, e este, como já começa a ser sua rotina, voltou a faturar no encontro. Quem viria também a bisar na partida era Taremi que, aos 71 minutos, aproveitou a defesa incompleta de Pasinato em resposta ao remate de Vitinha e, com toda a classe, picou a o esférico sobre o guarda-redes para este ir até ao fundo das redes cónegas pela quarta vez no jogo. Quem se ia destacando na partida era também Fábio Vieira, jovem que, aos 77 minutos, completou um hat-trick de assistências e deu a Pepê, para este encostar à boca da baliza, o seu primeiro golo de Dragão ao peito. Assim culminou uma exibição eficaz e espetacular dos pupilos de Sérgio Conceição perante um estádio coberto com o entusiasmo da Nação Porto.

Na próxima sexta-feira, o FC Porto desloca-se a Barcelos para defrontar o Gil Vicente na sétima jornada do campeonato nacional (sexta-feira, 24 de setembro, 21h15).
 

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.