FCP logo
0

Sérgio Conceição projetou o Santa Clara-FC Porto da 11.ª jornada da Liga Portugal Bwin (domingo, 17h00)

Depois do empate que soube a muito pouco em Milão (1-1), para a Liga dos Campeões, o FC Porto volta a apontar o foco à Liga Portugal Bwin, cuja 11.ª jornada reserva nova viagem aos Açores, onde os Dragões defrontam o Santa Clara (domingo, 17h00, Sport TV). Na projeção do encontro, Sérgio Conceição recordou a recente derrota frente aos açorianos (3-1), que ditou o afastamento da Taça da Liga, mas o treinador portista acredita que “este jogo vai ter uma história diferente”, até porque há uma liderança para defender e manter. À entrada para esta ronda, o FC Porto é líder do campeonato, com 26 pontos, os mesmos que o Sporting, enquanto o Santa Clara segue na 18.ª e última posição, com seis.

“Jogar em casa do Santa Clara é sempre uma deslocação difícil. Contra nós as equipas organizam-se defensivamente com qualidade, até porque o espaço que ocupam no campo é mais curto do que o habitual e fica mais fácil defender. Tivemos algumas ocasiões bem claras para marcar, mas cabe-nos fazer mais do que fizemos naquele jogo e sermos mais eficazes na conclusão das jogadas, além de estarmos mais concentrados a nível defensivo. Se assim for, com maior ou menor dificuldade vamos buscar aquilo que queremos, que são os três pontos. Este jogo vai ter uma história diferente e queremos encaminhá-lo para momentos em que somos fortes e em que criamos dificuldades ao adversário”, começou por afirmar Sérgio Conceição.

O técnico azul e branco sublinhou que não há como prever a forma como o adversário se vai apresentar em campo, mas o FC Porto tem de estar preparado “para todos os cenários” no Estádio de São Miguel. “Nós não controlamos a estratégia e o plano traçado pelos adversários, mas temos de estar preparados para todos os cenários. Temos o objetivo de ganhar o campeonato, por isso temos que assumir o jogo. Ninguém gosta de perder, há é pessoas que o demonstram e exteriorizam mais do que outras. Fiquei aziado por termos saído de uma prova em que queríamos no mínimo chegar à Final Four. Em cima disso, fizemos um mau jogo, mas estamos aqui para corrigir e aprender com esses erros”, prosseguiu Sérgio Conceição, relembrando os vários jogadores da formação que estão no plantel principal e a juventude do grupo que lidera.

“Não podemos esquecer que no último jogo que fizemos, frente ao líder do campeonato italiano, tínhamos seis jogadores da formação do FC Porto e 10 jogadores abaixo dos 25 anos. Este é um jogo antes de mais uma pausa para as seleções e queremos continuar no lugar em que estamos, o primeiro. Queremos solidificar essa posição, mas o importante é estar em primeiro em maio. Temos muitas batalhas pela frente e esta é mais uma”, acrescentou Sérgio Conceição, que falou ainda sobre os três lesionados: “Todas as horas são importantes para percebermos a evolução das lesões e percebermos se contamos com eles ou não, mas vão viajar connosco. O Wendell muito dificilmente jogará e o Marcano teve uma evolução boa, tal como o Matheus Uribe, mas vejo de uma forma não tão fácil eles estarem disponíveis para o jogo. Vamos ver, mas vão viajar connosco”.

Veja aqui a conferência de imprensa de Sérgio Conceição na íntegra.

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.