FCP logo
0

Sérgio Oliveira considera que o FC Porto podia ter regressado de Inglaterra com outro resultado

O FC Porto sai de Anfield com um resultado negativo, mas mantém-se em posição de apuramento no Grupo B da Liga dos Campeões graças à vitória do Milan em Madrid. No final de um jogo que podia (e devia) ter tido outro desfecho, Sérgio Oliveira destacou a “partida bastante competente” dos portistas, que acabaram por “pecar na finalização” e estão obrigados a “dar o máximo no último jogo”. Otávio, por sua vez, assume que os portistas tinham que “matar o jogo” e deu o mote para o encontro das decisões frente ao Atlético no Estádio do Dragão: “Temos de entrar com ambição, vontade de vencer e ganhar, porque só depende de nós”.

Sérgio Oliveira
“Acaba por ser um contrassenso, mas acho que fizemos uma partida bastante competente aqui em Anfield. Perdemos 2-0, mas até ao golo do Thiago, um grande golo em que defendemos bem a bola parada mas em que ele acaba por fazer um excelente golo na segunda bola que desbloqueou o jogo para o Liverpool, até aí se estivesse dois ou três zero para nós não ficava mal. Mas no futebol temos de concretizar as oportunidades, nós não o fizemos e saímos penalizados. Obviamente que pecámos na finalização, está aos olhos de todos e aos nossos também. Mas o que é que se pode dizer? Temos de dar o máximo no último jogo, porque chegar à última jornada na luta pelos oitavos de final num grupo destes tem de nos deixar orgulhosos. Vamos entrar no último jogo para ganhar, como é lógico. É um sentimento de tristeza, porque aqui sempre que perdemos ficamos tristes. Se fizermos um jogo menos competente o desalento é maior, mas aqui perdendo a cara é triste e temos de pensar no que fizemos menos bem. Amanhã estamos lá para trabalhar, para evoluir com os erros e tentarmos tornar essas ocasiões em golo no próximo jogo.”

Otávio
“Faltaram os golos. Na primeira parte tivemos bastantes ocasiões, eu próprio tive um lance em que estava sozinho e perdi. Mas faz parte do futebol, tínhamos que matar o jogo. Eles fizeram golos e foram felizes na vitória. Agora só depende de nós para passarmos à próxima fase. No Dragão, com o estádio cheio e os nossos adeptos, tem tudo para ser um grande jogo e para passarmos aos oitavos. Temos de entrar com ambição, vontade de vencer e ganhar, porque só depende de nós.”

Pepe
“Preparámos bem o jogo para não deixarmos o Liverpool ser tão forte e conseguimo-lo durante muito tempo. Na primeira parte tivemos algumas ocasiões de golo por concretizar. Não fomos felizes, tomámos algumas opções na hora de decidir em que deveríamos ter marcado. Mas procurámos fazer o que o treinador nos pediu. Fico feliz por fazer o meu jogo número 200 pelo FC Porto, mas triste pela derrota. Vim com uma lesão de há praticamente uma semana. Tinha sentido, de terça para quarta-feira, uma lesão. Estive parado, a trabalhar muito forte para poder voltar rapidamente. Tentei dar o meu melhor para poder ajudar a minha equipa, infelizmente não pude terminar o jogo. Senti algo dois ou três minutos antes de sair, a meio-campo, e estava a tentar forçar para diminuir a dor. Infelizmente não aconteceu e por isso pedi a substituição.”

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.