FCP logo
0

Jorge Nuno Pinto da Costa salientou a superioridade portista em dezembro na Página do Presidente

Jorge Nuno Pinto da Costa, na página que assina na revista Dragões, afirmou que dezembro foi um mês de “vitórias claras” para o FC Porto, que triunfou diante de “um rival direto na luta pelos títulos nacionais” e terminou o ano “na liderança do campeonato, o principal objetivo em cada temporada”. “Só os muito desatentos ou muito ignorantes” poderiam ficar surpreendidos com este desfecho, na ótica do Presidente, já que “a competência do nosso treinador é demasiado evidente” e “a qualidade da equipa também é inquestionável”.

O líder máximo do clube explicou que a “a irracionalidade que pode levar alguns dos nossos adversários a pensar que somos tão fracos como eles desejariam” não se deve apenas a “uma avaliação errada do nosso momento atual”, mas também ao desprezo pelo “conjunto de princípios transmitidos entre as diversas gerações de treinadores, jogadores e dirigentes”, que foram bem identificados por Luís Osório no artigo de opinião publicado nesta edição, um jornalista com cargos relevantes e que é assumido benfiquista.

Por fim, Pinto da Costa, num resumo do sucesso desportivo obtido em 2021 em todas as modalidades, frisando a conquista da Taça Intercontinental pelo hóquei em patins, explicou que os portistas estiveram “unidos e solidários, resistentes perante todas as adversidades, mais preocupados com o clube do que com qualquer um de nós” e, para 2022, frisou: “Seguindo a mesma linha, acredito que teremos um ano de 2022 recheado de êxitos em todas as modalidades”.

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.