FCP logo
0

FC Porto recebeu e venceu o Imortal no arranque dos quartos de final (87-46)

O FC Porto triunfou diante do Imortal (87-46) no primeiro jogo dos quartos de final dos Playoffs da Liga Portuguesa de Basquetebol. Num encontro que foi gerido com o maior rigor, mas ao mesmo tempo com a maior tranquilidade, dada a larga vantagem consumada ao longo da partida, Mike Morrison foi o homem em maior destaque com 16 pontos assinalados, seguido de perto por Vlad Voytso (14 pontos).

Os Dragões entraram com a seriedade que se impunha no primeiro jogo dos Playoffs do campeonato e 1001 do Dragão Arena, tendo marcado oito pontos antes de o Imortal conseguir encestar pela primeira vez (8-2). Seguiu-se um parcial de cinco a zero antes de nova tentativa bem-sucedida dos adversários (13-5) e a distância ficou, desde logo, marcada no placar, que ao final dos primeiros dez minutos assinalava 21-11 para o FC Porto. O segundo período iniciou com maior equilíbrio, mas o desfecho foi o mesmo, apesar de a menor eficácia ofensiva de ambas as partes. Supremacia total azul e branca na etapa inaugural que terminou com uns confortáveis 34-19 no marcador. Mike Morrison era o homem em destaque nesta altura com 10 pontos na conta pessoal.

O terceiro quarto abriu com um triplo de Miguel Correia e fechou com o destino final da partida completamente selado. De uma forma tranquila, com uma superioridade natural frente a um Imortal que não conseguiu ser eficaz como noutros encontros, os Dragões chegaram ao derradeiro período com 30 pontos de vantagem (63-33). Os últimos dez minutos foram de rotação e de confirmação do triunfo portista (87-46), o primeiro de dois desejados para passar à fase seguinte. O próximo duelo entre estas duas equipas está marcado para o próximo domingo em Albufeira (15h00, RTP 2).

“Entrámos bem, sabíamos que o primeiro jogo da série é sempre difícil. O Imortal desistiu muito cedo no jogo e continuamos a fazer o nosso trabalho, rotinámos coisas e distribuímos minutos. No lance livre, estivemos mal, talvez tenha sido falta de concentração, há que melhorar esse aspeto, somos irregulares. Queremos resolver o quanto antes esta eliminatória, seria um erro não tentar fazer isso, mas o Imortal é melhor do que vimos hoje. Se houver um equilíbrio no jogo, que não seja porque levantámos o pé, isso seria imperdoável. Temos de fazer tudo para ganhar e se nos colocarmos nas meias-finais com o menor número de jogos possível, temos mais tempo para preparar os restantes”, afirmou Moncho López no final do encontro.

FICHA DE JOGO

FC PORTO- IMORTAL, 87-46
Liga Portuguesa de Basquetebol, Playoffs, quartos de final, jogo 1
13 de maio de 2022
Dragão Arena

Árbitros: Hugo Silva, Pedro Lourenço e António Pereira

FC PORTO: Brad Tinsley (2), Jonathan Arledge (8), Rashard Odomes (9), Miguel Correia (6) e Mike Morrison (16)
Suplentes: João Torrie (4), Vlad Voytso (14), Francisco Amarante (8), Miguel Queiroz (6), Tiago Almeida (4), João Soares (8) e Charlon Kloof (2)
Treinador: Moncho López

IMORTAL: Ty Toney (3), Fábio Lima (3), Anthony Smith (7), Nuno Morais (5) e Dontae Bruner (8)
Suplentes: Roddy Peters Jr, Keven Gomes, Rui Quintino (2), Jonathan Silva (6), João Neves (6), Sérgio Silva (6) e Filip Gewert
Treinador: Luís Modesto

Ao intervalo: 34-19
Parciais: 21-11; 13-8; 29-14; 24-13

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.