FCP logo
0

João Rodrigues, José Neves e Rui Vinhas projetam a segunda metade da temporada ciclística

É com “o intuito de vencer” e o foco "em obter bons resultados” que os velocistas da W52-FC Porto continuarão a pedalar nos próximos meses. Convidados a visitar o Museu FC Porto na antecâmara dos Nacionais de contrarrelógio e de fundo, João Rodrigues, José Neves e Rui Vinhas deram voz à ambição do pelotão azul e branco depois de ultrapassado “um momento complicado” que em nada abalou a equipa. 

De acordo com o vencedor da Volta a Portugal em 2019, sempre crente no “potencial para vencer novamente”, “o trabalho é o mesmo” que tem sido “feito nos últimos anos” muito graças à “equipa bastante forte” que os Dragões apresentam. Por sua vez, o atual Campeão de Estrada pretende “revalidar o título” já no domingo em Mogadouro e “repetir o feito” que é conquistar a Grandíssima desde 2016. Já Rui Vinhas garante que a formação portista continua a ser “o candidato número um” ao triunfo na Volta e que “este ano não será exceção”. “Vamos trabalhar arduamente para conseguirmos novamente a vitória. Não é fácil, mas faremos de tudo para que surja. Os adversários estão bastante fortes, mas só pensamos em vencer”, assegura o herói de 2016.

João Rodrigues
“Partimos para todas as competições com o intuito de vencer. Passámos por um momento complicado, mas somos uma equipa e estamos todos a pedalar pelo mesmo objetivo, que são as vitórias. É para isso que trabalhamos, para que as coisas nos saiam bem. O trabalho é o mesmo que temos feito nos últimos anos. Conhecemos bastante bem estas corridas que vamos ter e acredito que temos potencial para as vencermos novamente. As memórias que tenho de 2019 são incríveis, vivi momentos únicos na chegada aos Aliados e creio que podemos vencer outra vez a Volta a Portugal. Temos uma equipa bastante forte e com os mesmos atletas há vários anos. Alguns saíram, mas entraram outros com potencial semelhante e acredito que temos capacidade para tornar a vencer mais uma Volta a Portugal.”

José Neves
“O objetivo passa por tentarmos revalidar o título de Campeão Nacional de Fundo. Queremos também estar na discussão do GP do Douro Internacional e ganhar a Volta a Portugal outra vez. Ganhar a Volta desde 2016 traz-nos pressão e motivação. Queremos repetir o feito e isso é uma motivação extra. Estivemos em estágio na Covilhã, foi produtivo e treinámos muito bem. Esta semana estamos a recuperar e veremos como corre no fim de semana.”

Rui Vinhas
“Estamos bastante focados em obter bons resultados. Domingo temos o Campeonato Nacional e partimos com grande motivação para fazer o melhor possível. Se puder ser a vitória, perfeito, por isso é que vamos com muita ambição. Tenho memórias muito boas do meu triunfo na Volta. Ter sido o primeiro ciclista da W52-FC Porto a consegui-lo foi extraordinário e ficará para sempre na minha memória. Tenho bastante orgulho nessa vitória com esta equipa. Somos sempre o candidato número um e este ano não será exceção. Vamos trabalhar arduamente para conseguirmos novamente a vitória. Não é fácil, mas faremos de tudo para que surja. Os adversários estão bastante fortes, mas só pensamos em vencer.”

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.