FCP logo
0

Jorge Nuno Pinto da Costa acredita que este não será o último contrato do guarda-redes

Jorge Nuno Pinto da Costa e Iker Casillas foram esta quarta-feira ao relvado do Estádio do Dragão anunciar a renovação de contrato do guarda-redes por mais uma temporada, com outra de opção. O internacional espanhol está no FC Porto desde 2015.

O presidente do clube portista elogiou Casillas, falou sobre os grandes guarda-redes que passaram pela baliza do FC Porto e manifestou a convicção de que este não será o último contrato a unir as partes.

Dois nomes que se misturam
“O Iker Casillas é uma figura mundial e também já é uma figura do FC Porto. Hoje, o nome do Casillas já é associado ao do FC Porto e o do FC Porto ao do Casilllas.”

Convencido que não será o último contrato
“Renovámos contrato por um ano, com mais um de opção, sempre condicionado, por vontade sua, pela sua presença efetiva na baliza. Estou convencido e já lhe disse que este não será o último contrato que estamos a fazer. Depende dele e acredito que isso será uma realidade. Estou muito feliz por saber que amas este clube, que amas a cidade do Porto, a cidade que representa o Norte e que em futebol representa o país.”

A previsão de uma ligação longa desde o primeiro dia
“Se não acreditasse nisto que está a acontecer, o Casillas não teria vindo. Se viesse só para marcar o ponto e partir, não acrescentaria nada, nem a nós, nem a ele. Tinha a convicção, desde o primeiro dia em que nos sentámos, depois de conversar com ele, que isto que está a acontecer ia acontecer.”

Passado, presente e futuro na baliza do FC Porto
“O FC Porto, desde que eu comecei a acompanhar o futebol, numa altura em que o guarda-redes era o saudoso Frederico Barrigana, sempre teve grandes guarda-redes. Teve o Barrigana, o Rui, o Américo, o Fonseca, o Mlynarczyk, o Vítor Baía. O Casillas está na linha dos guarda-redes que o FC Porto sempre teve. Antes, tivemos o Siska e o Soares dos Reis. Sempre tivemos bons guarda-redes. O Casillas representa a continuidade e temos jovens que nos dão a garantia, como o Diogo Costa, de que continuaremos a ter excelentes guarda-redes.”

Casillas sempre demonstrou vontade de continuar
“Se o Iker não quisesse continuar, teria de lhe dar não um Dragão de Ouro mas sim um Óscar, porque ele seria um grande ator. Ele sempre demonstrou que gostava do clube, que ama esta cidade, esta gente, que se identifica com o clube. No FC Porto, ele nunca se moveu por interesses monetários.”

A importância de todos os títulos até final da época
“Para mim todos os títulos são importantes. Para o Iker, acredito que seria especial vencer a Liga dos Campeões em Madrid. Pode parecer impossível, mas também o era em 1987, em 2004, em 2011, em todos os anos em que conquistámos sete títulos internacionais e em que nunca era previsível que isso acontecesse.”


    bilhetes

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.