FCP logo
0

FC Porto Fidelidade não deu hipóteses ao Valongo (11-1) na 16.ª jornada do Nacional de hóquei em patins

Foi por expressivos 11-1 que o FC Porto Fidelidade venceu, esta tarde, o Valongo, em partida relativa à 16.ª jornada do Campeonato Nacional de hóquei em patins. Após a vitória da Oliveirense em Barcelos, no sábado, os Dragões entraram na pista do Pavilhão Municipal de Valongo em quinto lugar e a precisar dos três pontos para igualar a formação barcelense no último degrau do pódio. 

Assim aconteceu. Os comandados de Guillem Cabestany começaram autoritários e a meio do primeiro tempo já venciam por 4-0, graças a um bis de Gonçalo Alves e outro de Carlo Di Benedetto. Precisamente no equidistante minuto 12:30, Gonçalo Alves dilatou a vantagem para cinco golos com uma estupenda execução técnica. O melhor marcador do campeonato foi mesmo a figura do encontro, ao apontar uma mão cheia de tentos. Antes do intervalo, houve ainda tempo para Giulio Cocco e Reinaldo García fazerem o sexto e sétimo golos portistas, em minutos consecutivos, e para o Valongo reduzir, através de Nuno Araújo, na cobrança de um livre direto.

Após o descanso, mais do mesmo: Gonçalo Alves a marcar no terceiro e quarto minutos da segunda parte, inicialmente de penálti e, no minuto seguinte, a desviar uma bola do capitão Reinaldo Garcia. Poucos depois, Poka estreou-se a faturar e fez o décimo da conta dos azuis e brancos. O ritmo do jogo abrandou e, até ao final, apenas se registou mais um golo, de Giulio Cocco, à passagem do quarto de hora do segundo tempo. 

Com esta vitória, o FC Porto Fidelidade voltou ao quarto posto do Nacional de hóquei em patins, em igualdade pontual com o Óquei de Barcelos. No próximo sábado, os Dragões deslocam-se até Itália para defrontar o HRC Monza, na quinta jornada da fase de grupos da Liga Europeia.

FICHA DE JOGO

VALONGO 1-11 FC PORTO FIDELIDADE
Campeonato Nacional, 16ª jornada
9 de fevereiro de 2020
Pavilhão Municipal de Valongo

Árbitros: Joaquim Pinto e Pedro Silva

VALONGO: Leonardo Pais (g.r. e cap.), Nuno Araújo, Miguel Moura, Guilherme Silva e Carlos Ramos
Suplentes: Bernardo Mendes (g.r.), Diogo Fernandes, Rafael Bessa, Pedro Mendes e Rúben Pereira
Treinador: Miguel Viterbo

FC PORTO FIDELIDADE: Xavier Malián (g.r.), Rafa, Carlo Di Benedetto, Reinaldo García (cap.) e Gonçalo Alves
Suplentes: Tiago Rodrigues (g.r.), Giulio Cocco, Andrés Castaño, Poka e Sergi Miras
Treinador: Guillem Cabestany

Ao intervalo: 1-7
Marcadores: Gonçalo Alves (8m, 9m, 13m, 28m e 29m), Carlo Di Benedetto (10m e 12m), Giulio Cocco (21m), Reinaldo Garcia (22m), Nuno Araújo (24m) e Poka (32m)

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.