FCP logo
0

Sérgio Conceição mostrou a sua satisfação na décima vitória ao leme do FC Porto frente ao Portimonense

Sérgio Conceição atingiu, no triunfo portista diante do Portimonense (3-0), a décima vitória à frente dos azuis e brancos frente ao conjunto algarvio. No final da partida, o mister admitiu que “o resultado não espelha a dificuldade que teve o jogo”, mas frisou que “foi um jogo bem conseguido e consistente” do FC Porto e, por isso, “o resultado foi justo”. Questionado sobre Vitinha, que se estreou a marcar, o treinador dos da Invicta explicou que, com base no que foi o meio-campo apresentado pelo Portimonense, “o Vitinha podia ser um jogador importante, já que é um elemento importante na nossa circulação de bola e precisávamos de gente que tivesse essa boa dinâmica com bola”. O técnico foi perentório ao explicar que a vitória em Portimão era o “mais importante” e apontou já baterias ao jogo de terça-feira frente ao Atlético de Madrid: “É um jogo importante e em que temos de dar continuação à nossa história e ao que tem sido a prestação do FC Porto comigo na Champions”.

Análise à vitória merecida em Portimão
“O resultado não espelha a dificuldade que teve o jogo. Foi merecido, mas foi difícil, contra um Portimonense que tem jogadores que dificultam quando pressionam e jogam de forma mais direta, que têm capacidade de ganhar a primeira bola e de aparecer nas nossas costas. Durante o jogo, fomos crescendo, criando situações no último terço, criámos muito para o que finalizámos, mas estou muito contente com a prestação da equipa, de todos os jogadores, dos que iniciaram a partida e dos que entraram. Foi um jogo bem conseguido e consistente da nossa parte, em que poderíamos ter feito mais um ou outro golo. O resultado foi justo, foi um bom jogo da nossa equipa.”

As características que tornaram Vitinha o homem ideal para este encontro
“Os princípios da equipa estão lá e os jogadores sabem quais são. Dentro dessa dinâmica coletiva, há jogadores com características diferentes, que dão coisas diferentes ao jogo e o que eu achei é que o Vitinha podia ser um jogador importante, já que é um elemento importante na nossa circulação de bola e, com um meio-campo do Portimonense que era o que eu previa, precisávamos de gente que tivesse essa boa dinâmica com bola, não é que os outros não tenham, mas tem características diferentes.”

A ironia sobre o que é dito acerca da série vitoriosa no campeonato
“Resumiram no Canal 11 que ando no berro e no grito há 41 jogos, que berramos e gritamos para ganhar jogos. Há quatro anos, para ter o sucesso que temos nas provas internas e internacionais, é no berro e no grito.”

Descansar e virar o foco para o Atlético de Madrid
“Hoje os jogadores vão descansar e, a partir de amanhã, começamos a pensar no jogo do Atlético. É um jogo importante e em que temos de dar continuação à nossa história e ao que tem sido a prestação do FC Porto comigo na Champions. Agora, o foco e a concentração estão nesse jogo.”

A importância da vitória em Portimão nesta jornada
“Eu queria era ganhar hoje, era o resultado mais importante.”

O papel de Evanilson na dinâmica ofensiva do FC Porto
“A dinâmica que temos na frente tem que ver com a capacidade que o Evanilson tem, não com um outro avançado em paralelo, mas a jogar só e sabemos que tem essa capacidade e qualidade. Sem bola, dá muito ao jogo e dá um bom entendimento ao nosso jogo. Os nossos avançados sabem o que queremos para a equipa. Qualquer jogador, mesmo do setor defensivo, sabe o que queremos na frente, isso é a definição de equipa, quando todos sabem o que queremos em cada momento. Neste momento, o Evanilson está bem, assim como todos os jogadores, acresce sempre algo quando os jogadores entram e isso é muito bom, é sinal que se querem mostrar ao treinador.”

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.