FCP logo
0

Internacional canadiano chega ao Dragão por empréstimo com opção de compra

Stephen Eustaquio - assim mesmo, sem acento, como consta na certidão de nascimento - é o novo número 46 do FC Porto. Acabado de celebrar 25 anos, o médio internacional pelo Canadá muda-se de Paços de Ferreira para a Invicta a título de empréstimo com opção de compra válido até ao final da época.

Nas primeiras declarações de azul e branco, Eustaquio revelou o “orgulho” que sente por vestir as cores portistas e confidenciou ter “muita vontade de começar a trabalhar”. “Sei que é um desafio muito grande, mas aqui estou eu pronto a trabalhar para conseguir resultados”, acrescentou o canadiano antes de prometer “dar o máximo” para ajudar um “grande clube a alcançar os objetivos”.

Filho de emigrantes lusos em Ontário, o centrocampista iniciou a carreira de futebolista na região Oeste de Portugal, onde se estabeleceu desde muito jovem para representar Os Nazarenos, a União de Leiria e, mais tarde, o Torreense. Em 2017/18 despertou o interesse do Leixões, que o transferiu para o Desportivo de Chaves logo no mercado de Inverno e na sequência de um excelente arranque de temporada. Os meses que passou em Trás-os-Montes foram mais do que suficientes para captar a atenção de diversos emblemas nacionais e internacionais.

Foi contratado pelos mexicanos do Cruz Azul - então orientados por Pedro Caixinha - em janeiro de 2019 e por lá ficou até ser resgatado pelo Paços de Ferreira após grave lesão que o afastou dos relvados durante um longo período. De volta ao país que também é seu, dado que chegou a representar a seleção nacional de sub-21 em sete ocasiões, Eustaquio viveu os melhores momentos da carreira na Capital do Móvel. 

Chegou emprestado, mas a mudança passou rapidamente a ser definitiva e bem-sucedida: desde que se estreou pelo emblema pacense foi chamado 18 vezes à seleção canadiana e, com três golos e uma assistência em quatro jogos, revelou-se decisivo na caminhada dos maple leafs que só terminou na meia-final da última Gold Cup. Cumprida a derradeira de 74 partidas ao serviço dos castores, reforça as opções de meio-campo de Sérgio Conceição e é mais recente cara nova no plantel dos Dragões.

Representar o FC Porto
“É um orgulho. Trabalhei muito para chegar até aqui, mas, como diz o meu pai, o mais difícil é manter e não chegar. Venho com muita ilusão e muita vontade de começar a trabalhar”.

Pronto para a luta por títulos
“Fiquei muito feliz. Foi uma notícia que recebi com agrado e acredito que é merecido, porque sempre trabalhei para isto. Sei que é um desafio muito grande, mas aqui estou eu ponto a trabalhar para conseguir resultados.”

Ansioso por entrar no Olival
“Espero um treino competitivo, como é óbvio. Vou estar lá para dar o máximo e conto ser muito bem recebido.”

E por aprender com Sérgio Conceição
“As expetativas são altas. Acredito que vou crescer muito com ele e que vai potenciar muito as minhas caraterísticas. Já só penso em começar a trabalhar.”

À Nação Porto
“Continuem a apoiar a equipa. Tal como vocês vou dar o máximo para ajudar este grande clube a alcançar os objetivos.”

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.