FCP logo
0

Marko Grujic e Matheus Uribe refletiram sobre a derrota frente ao Chelsea (2-0)

O FC Porto perdeu frente ao Chelsea (2-0), em Sevilha. Grujic afirmou que a equipa não mereceu “sofrer dois golos, especialmente na segunda parte” e frisou que “tudo é possível” na eliminatória, enquanto Uribe exaltou a exibição da equipa e corroborou a tese de que nada está decidido na eliminatória: “Fizemos o que o corpo técnico nos disse, estivemos taticamente muito bem, muito agressivos, eles marcaram dois golos, mas não acabou”.

Marko Grujic
"É difícil fazer uma reflexão do jogo porque o Chelsea tem um bom resultado, mas não merecemos sofrer dois golos, especialmente na segunda parte em que tivemos mais oportunidades e eles marcaram, é difícil explicar. Na próxima semana encontramo-nos aqui, não há fator casa. Se eles conseguem marcar dois golos, nós também, tudo é possível, temos um jogo em Tondela antes disso e vamos estar preparados para Sevilha porque nada é impossível".

Matheus Uribe
"É um resultado amargo pelo que se passou em campo. No primeiro tempo controlámos, não fomos eficazes e eles tiveram uma ocasião no primeiro tempo e marcaram. No futebol, encontrar estas equipas é difícil, se erras eles vão marcar. Fizemos o que o corpo técnico nos disse, estivemos taticamente muito bem, muito agressivos, eles marcaram dois golos, mas não acabou. Estamos com a cabeça erguida, temos uma equipa que pode reverter o marcador e há 90 minutos para morrer em campo. Com a qualidade de jogadores que temos, podemos reverter qualquer situação, temos que corrigir os erros que cometemos e que não se podem cometer contra estes rivais".

    O Portal do FC Porto utiliza cookies de diferentes formas. Sabe mais aqui.
    Ao continuares a navegar no site estás a consentir a sua utilização.